Publicidade

Estado de Minas

Saiba como votou cada vereador na sessão que livrou Wellington Magalhães da cassação

A Câmara arquivou a denúncia contra o ex-presidente da Casa com 23 votos pela quebra de decoro, mas era preciso ter 28 para ele perder o mandato


postado em 09/08/2018 12:23 / atualizado em 09/08/2018 15:15

O painel registrou 23 votos pela cassação, mas o número não foi suficiente para tirar o mandato de Magalhães(foto: Foto gabinete vereador Irlan Melo )
O painel registrou 23 votos pela cassação, mas o número não foi suficiente para tirar o mandato de Magalhães (foto: Foto gabinete vereador Irlan Melo )

A estratégia dos vereadores para evitar a primeira cassação de um dos seus pares nesta quinta-feira foi a abstenção, com 15 votos. Ninguém votou contra a perda de mandato do vereador Wellington Magalhães (PSDC) por quebra de decoro, mas eram necessários 28 votos para que ele fosse cassado e só foram computados 23, por causa das abstenções.

A votação do processo de cassação do ex-presidente da Câmara, vereador Wellington Magalhães (PSDC) foi acelerada pelos parlamentares, que deixaram a sessão evitando a imprensa, aparentando constrangimento.

A reunião foi acompanhada de perto pelo parlamentar, que está em liberdade vigiada e usa tornozeleira eletrônica. Magalhães foi blindado por forte esquema de segurança da Casa, que distribuiu os policiais legislativos em pontos estratégicos da Câmara na missão de evitar que jornalistas ou público tivessem acesso a ele.
 

Veja como votou cada vereador:

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade