Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Lindbergh diz que inquérito é 'frágil e sem um único indício de irregularidade'


postado em 02/08/2018 21:12

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou nesta quinta-feira, 2, por meio de sua assessoria de imprensa, que o inquérito instaurado no âmbito da delação da Odebrecht é "frágil e sem um único indício de irregularidade". "A única conclusão possível é afirmar minha inocência", disse Lindbergh.

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu encaminhar o inquérito para a Justiça Federal do Rio de Janeiro. O caso será examinado agora pela Subseção Judiciária de Nova Iguaçu (RJ).

O inquérito investiga as acusações de delatores da Odebrecht de que a campanha eleitoral de Lindbergh nos anos de 2008 e 2010 teria recebido um total de R$ 4,5 milhões não contabilizados por meio de pagamentos executados pelo departamento de propinas da empreiteira. Na época dos fatos, Lindbergh ocupava o cargo de prefeito do município de Nova Iguaçu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade