Publicidade

Estado de Minas

Senadora Ana Amélia aceita convite para ser candidata a vice de Alckmin

Definição ainda passará por análise do PP, partido da senadora que tem parlamentares que apoiam o candidato Jair Bolsonaro


postado em 02/08/2018 19:11 / atualizado em 02/08/2018 19:18

(foto: Senado Federal/Divulgação)
(foto: Senado Federal/Divulgação)
A senadora Ana Amélia (PP-RS) aceitou ser candidata a vice-presidente na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano fez o convite à senadora e aguardava uma resposta. Ana Amélia ponderava rearranjos regionais e alegou que precisaria avaliar questões pessoais antes de tomar a decisão.

O nome dela estava entre os preferidos da lista entregue pelo presidente do DEM, ACM Neto. Uma pesquisa qualitativa encomendada pelo tucano também apontou Ana Amélia com favorita ao posto.

A senadora havia dito, mais cedo, que por causa de uma crise de hipertensão na semana passada, ela precisaria conversar com seu médico antes de tomar a decisão. Mais cedo, durante a convenção nacional do PP, em Brasília, Ana Amélia disse que o vice não é mais “uma figura decorativa”.

Citando José Sarney, Itamar Franco e Michel Temer, a senadora afirmou que avaliaria se tem condições para assumir o posto de vie e, eventualmente, a Presidência da República, se for necessário. Ela já havia sinalizado que, na política, “não se pode dizer não”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade