Publicidade

Estado de Minas

Bruno Covas diz que campanhas estadual e nacional do PSDB andarão juntas


postado em 28/07/2018 11:36

O prefeito de São Paulo e coordenador da pré campanha de Geraldo Alckmin em São Paulo, Bruno Covas, chegou no fim da manhã deste sábado (28) à convenção estadual do PSDB, que deve oficializar o nome de João Doria como candidato ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

O evento, realizado na zona oeste da capital, está atrasado. Os delegados do partido ainda estão chegando. Doria também não está no local, segundo a assessoria.

Questionado pelo

Estadão/Broadcast

se as campanhas estadual e nacional do PSDB vão andar juntas após o distanciamento entre Alckmin e Doria, Covas disse que sim. "Só aceitei esse cargo de coordenador para tornar as duas campanhas uma em São Paulo", minimizou.

A relação entre Doria e Alckmin esfriou em meio às pretensões presidenciais alimentadas pelo primeiro, que chegou a aparecer em pesquisas de intenção de voto como possível candidato do partido. Desde que assumiu a pré-candidatura, ele e Alckmin só estiveram em uma agenda juntos.

Hoje, Alckmin deve comparecer pela segunda vez a um evento com o ex-prefeito, mas vai chegar somente no fim da convenção. Ele está em Brasília, acompanhando a convenção nacional do PTB.

Covas disse ainda que o diferencial do partido no Estado está na base de vereadores, que serão capazes de impulsionar os nomes de Alckmin e João Doria. "É uma aliança forte aqui em São Paulo, onde o partido já conta com uma base fortalecida. É um momento diferente, uma campanha curta e com poucos recursos, mas tenho certeza de que sairemos com uma votação consagradora no Estado" afirmou.

(Marcelo Osakabe e Carolina Neira)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade