Publicidade

Estado de Minas

Filho do deputado Cabo Júlio faz pré-campanha com a ajuda do pai preso

Sem mandato e de olho em uma vaga na Câmara, filho de Cabo Júlio substitui deputado em eventos públicos


postado em 05/07/2018 06:00 / atualizado em 05/07/2018 09:01

Antes de Cabo Júlio ser preso, os dois participavam das reuniões juntos(foto: Reprodução Facebook)
Antes de Cabo Júlio ser preso, os dois participavam das reuniões juntos (foto: Reprodução Facebook)

Pré-candidato a deputado federal pelo PHS, o ex-secretário nacional de Juventude Bruno Júlio terá um empurrãozinho extra na disputa por uma das 53 cadeiras de Minas Gerais na Câmara. Com o pai, deputado estadual Cabo Júlio (MDB), preso no regime semiaberto e sem permissão para participar de eventos externos, o filho vem representando o parlamentar em entregas de ônibus escolares obtidos por emendas ao orçamento.

Só na última semana, Bruno Júlio apareceu no blog do pai em fotos com apoiadores do parlamentar fazendo a entrega dos veículos em Sabará, Itumirim, Espera Feliz e Matozinhos. As notícias da página de Cabo Júlio informam que as emendas que destinaram a verba para os ônibus seriam solicitação do parlamentar e do filho Bruno Júlio, que não tem mandato e, portanto, não tem a prerrogativa de fazer indicações ao orçamento.

“Após solicitação de Cabo Júlio e Bruno Júlio, o município de Itumirim recebeu um ônibus escolar atendendo o pedido dos parceiros vereadores, Alvaro do Dani, Edson (Nengo) e Geraldo Dingo representando a cidade”, informa um dos textos em que o pré-candidato aparece ao lado de lideranças locais e dos veículos.
Em postagens na internet, Bruno Júlio aparece como 'parceiro' na indicação de emendas parlamentares(foto: Reprodução/Internet)
Em postagens na internet, Bruno Júlio aparece como 'parceiro' na indicação de emendas parlamentares (foto: Reprodução/Internet)

Notícia desta segunda-feira no blog também diz que Cabo Júlio “em parceria com Bruno Júlio indicou para o município de Sabará três ônibus para o transporte escolar dos estudantes”. Outra nota do blog de Cabo Júlio diz que o parlamentar e o filho indicaram R$ 50 mil para o município de Formiga reformar uma quadra poliesportiva.

Na própria página no Facebook, Bruno Júlio também compartilha informes sobre a entrega de veículos escolares. Com as fotos dele e do pai e dos ônibus, e as assinaturas de ambos, as postagens dizem que “quem trabalha tem o que mostrar”. Antes da prisão do pai, Bruno e Cabo Júlio participavam juntos dos eventos.

CONDENAÇÃO
Cabo Júlio está preso em regime semiaberto desde 8 de junho após condenação por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas, que consistiu no desvio de verbas do Ministério da Saúde para emendas parlamentares de quando era deputado federal.

O parlamentar conseguiu permissão para trabalhar das 8h às 18h na Assembleia, mas, segundo sua assessoria, para participar de eventos e reuniões externas, seria necessária outra autorização específica. Por isso, ainda de acordo com a assessoria, que cuida da divulgação da atuação do pai e do filho, Cabo Júlio vem enviando representantes aos eventos.

Bruno se filiou ao PHS no início de abril e se lançou pré-candidato a deputado federal desde então. O filho do parlamentar foi secretário nacional de Juventude do governo do presidente Michel Temer (MDB) e deixou o cargo em meio a uma crise gerada por uma declaração polêmica. À época, quando houve chacinas em presídios brasileiros, disse que mais presos deveriam ter morrido e que deveria haver uma chacina por semana.

Cabo Júlio e Bruno Júlio se manifestaram por meio da mesma assessoria, que ressaltou o fato de o filho de o deputado estadual ter um legado de militância política com a juventude desde os 16 anos. De acordo com a assessoria, na ausência de Cabo Júlio, o filho tem estado disponível para conversar com as pessoas nos eventos do pai.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade