Publicidade

Estado de Minas

Polêmica na TV impulsiona citação a Manuela nas redes sociais

Apoiadores da pré-candidata a presidente pelo PCdo B, Manuela D'Ávila, consideraram que a presidenciável foi vítima de machismo durante a entrevista


postado em 29/06/2018 11:18 / atualizado em 29/06/2018 11:31

Manuela D'Ávila(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Manuela D'Ávila (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

São Paulo - A polêmica envolvendo a participação da pré-candidata do PCdoB, Manuela D'Ávila, em sabatina no programa Roda Viva, da TV Cultura, na segunda-feira, 25, alterou a tendência observada nas semanas anteriores e foi o assunto de maior destaque no Twitter no período entre 21 e 27 de junho. Apoiadores de Manuela consideraram que a presidenciável foi vítima de machismo durante a entrevista.

De acordo com levantamento feito pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da Fundação Getulio Vargas (FGV) para o Estadão/Broadcast, a pré-candidata foi citada 200 mil vezes no Twitter, entre segunda e quarta, ascendendo em volume aos números normalmente reservados a Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PSL) e, nos últimos meses, Ciro Gomes (PDT) em situações específicas.

O levantamento da FGV diz que a sabatina da pré-candidata foi o motor das pautas da semana, "seja pelo engajamento, compartilhado por perfis de toda a esquerda, de críticas à condução da entrevista, com queixas de machismo e de desvirtuamento das perguntas; seja pelo impulso dado à polarização entre Lula e Jair Bolsonaro, ambos protagonistas, com Manuela, das discussões levantadas no programa".

Ainda segundo a FGV, o resultado obtido por Manuela desde a condenação de Lula, ao atrair maior número de seguidores e engajamentos para suas postagens e expandindo o alcance que detém no Facebook, resultou em pico de mais de 295 mil interações com as publicações que fez na terça-feira, após a participação no Roda Viva.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade