Publicidade

Estado de Minas

Petistas temem crise entre advogados de Lula

Em Contrapartida, a advogada Valeska Teixeira Martins, sócia e mulher de Zanin, negou que haja crise na defesa de Lula


postado em 29/06/2018 08:00 / atualizado em 29/06/2018 09:12

Sepúlveda Pertence (E) se desentendeu com Cristiano Zanin Martins(foto: Givaldo Barbosa e Marcello Casal Jr/Agência Brasil )
Sepúlveda Pertence (E) se desentendeu com Cristiano Zanin Martins (foto: Givaldo Barbosa e Marcello Casal Jr/Agência Brasil )

São Paulo - A divisão interna entre os advogados que compõem a equipe de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva colocou em alerta a direção do PT. Integrantes da cúpula petista temem a saída do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence da equipe depois de desentendimentos com o advogado Cristiano Zanin Martins.

O jornal Folha de S.Paulo revelou e O Estado de S. Paulo confirmou que Sepúlveda quer conversar com Lula pessoalmente antes de decidir se continua ou não na defesa do petista. O ex-ministro teria se sentido desautorizado por Zanin e pelo próprio Lula no caso do pedido de prisão domiciliar para o ex-presidente feito ao STF. Segundo petistas, Sepúlveda fez o pedido sem consultar a equipe, o que enfureceu Zanin por contrariar a estratégia política/jurídica de não aceitar decisão que não seja pela inocência de Lula.

A advogada Valeska Teixeira Martins, sócia e mulher de Zanin, negou que haja crise na defesa de Lula. O principal temor dos petistas é de que as divergências entre os advogados prejudique a defesa do ex-presidente justamente no momento em que o STF pode julgar os recursos que pedem a libertação do petista.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade