Publicidade

Estado de Minas

CNI/Ibope: Collor e Bolsonaro têm maior rejeição, com 32% cada; Lula tem 31%

De acordo com a pesquisa, aproximadamente um terço dos entrevistados declarou que não votaria de jeito nenhum em Collor, Bolsonaro ou Lula


postado em 28/06/2018 11:18 / atualizado em 28/06/2018 11:36

Brasília - O deputado Jair Bolsonaro (PSL) e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Collor (PTC) lideram a rejeição dos eleitores em uma eventual disputa à Presidência da República, segundo pesquisa CNI/Ibope realizada na semana passada e divulgada nesta quinta-feira (28).

De acordo com a pesquisa, aproximadamente um terço dos entrevistados declarou que não votaria de jeito nenhum em Collor (32%) ou em Bolsonaro (32%) ou ainda em Lula (31%).

Geraldo Alckmin (PSDB) é citado por 22%, enquanto Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) são rejeitados por 18% dos entrevistados, cada um, indica o levantamento.

Cerca de um em cada dez brasileiros declara que não votaria de jeito nenhum em Rodrigo Maia do DEM (13%), em Fernando Haddad do PT (12%), em Henrique Meirelles do MDB (11%) ou em Levy Fidelix do PRTB(10%).

Já Álvaro Dias (Podemos), Manuela D'Ávila (PCdoB), Aldo Rebelo (Solidariedade), João Goulart Filho Guilherme Boulos (PSOL) e Flávio Rocha (PRB) são citados por 9%, cada. João Amoedo (Novo), Paulo Rabello de Castro (PSC) e Guilherme Afif (PSD) são citados por 8%, cada um.

Eleitores que declaram que poderiam votar em qualquer um dos possíveis candidatos são apenas 2% - e os que preferem não opinar são 11%, segundo o Ibope.

A pesquisa foi feita entre os dias 21 e 24 de junho, com 2 mil eleitores em 128 municípios. A margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou menos e o nível de confiança utilizado é de 95%. Ela está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-02265/2018.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade