Publicidade

Estado de Minas

Dilma diz que 'não há hipótese' dela disputar o governo de Minas

Ex-presidente disse que a informação é boato é atribui a seus adversários


postado em 20/06/2018 17:56 / atualizado em 20/06/2018 18:07

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) disse nesta quarta-feira que não deve ser a candidata do partido para disputar o governo de Minas. Em sua conta no Twitter, ela afirmou que a informação é boato e atribuiu o fato aos que adversários.

“Não há hipótese de eu ser candidata ao Governo de Minas. É a própria fake news dos interessados em evitar uma nova derrota nas urnas, como em 2014”, sem citar o nome dos possíveis autores da mensagem falsa.

No entanto, nos bastidores petistas no estado a informação foi veiculada como possível alternativa à candidatura do governador Fernando Pimentel (PT) à reeleição.

Em 6 de abril a ex-presidente transferiu o título eleitoral de Porto Alegre para Belo Horizonte. Na data ela não confirmou que será candidata ao Senado, mas garantiu que fará campanha em 2018.

“Uma coisa vocês podem ter certeza: campanha eu farei sendo candidata ao Senado ou não. Eu vou fazer campanha porque o Brasil precisa de uma transformação, de se reencontrar consigo mesmo. Precisa de um processo de pacificação que só é possível se tivermos eleições diretas. Lógico que creio que é com o Lula. Espero que ele seja o candidato de 2018", disse.

Contudo, sobre a transferência a justificativa é que o estado de saúde da mãe dela, Dona Dilma, de 94 anos, que mora em Belo Horizonte e tem sido hospitalizada com frequência.

Outra hipótese que tem sido analisada por Dilma é a candidatura à deputada federal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade