Publicidade

Estado de Minas

Fórum Estadão-Faap discute Fake News e campanhas políticas mais éticas


postado em 11/06/2018 12:54

São Paulo, 11 - Contratar consultorias que assegurem o cumprimento de normas legais e regulamentares ao longo de campanhas políticas pode fazer com que elas se tornem mais éticas e mais baratas. Essa foi uma das sugestões levantadas ao longo do primeiro painel do "Fórum Estadão-Faap Campanha Eleitoral e Fake News", realizado na manhã desta segunda-feira, 11, em São Paulo.

Segundo o presidente do Instituto Ethos, Caio Magri, "mecanismos de integridade", como ferramentas de compliance, são necessários para fazer a gestão das campanhas. Magri cita dados de uma pesquisa realizada pelo Ethos juntamente com a Instituto Brasileiro de Certificação e Monitoramento (Ibracem) para comprovar que é preciso fiscalizar de forma mais eficaz os recursos empregados nas campanhas políticas, especialmente nesta eleição, que será custeada por dinheiro público dos fundos eleitoral e partidário - cerca de R$ 2,6 bilhões no total.

O jornal

O Estado de S. Paulo

, em parceria com a Faap, discute nesta segunda-feira as mudanças no cenário político e temas como o financiamento das campanhas, o uso de redes sociais e o combate às notícias falsas.

Entre os convidados, está o publicitário Lula Guimarães, coordenador de campanhas eleitorais; d presidente do Instituto Ethos, Caio Magri; o cientista político Rafael Cortez, da Consultoria Tendências; o professor de Marketing Político da Faap Celso Matsuda; o diretor de Análises de Políticas Públicas da FGV-Rio, Marco Aurélio Ruediger; o presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Daniel Bramatti; o coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura, da Universidade Federal do Espírito Santo, Fabio Malini; e o jornalista Eugênio Bucci, professor da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Painéis

O Fórum terá dois painéis. O primeiro, com o tema "Como fazer campanha com mais ética e menos dinheiro", será mediado pela jornalista Vera Magalhães, colunista do

Estado

e comentarista da Rádio Jovem Pan. Na sequência, o painel "O uso da internet na disputa pelo voto" terá mediação da coordenadora do Laboratório de Jornalismo da Faap, Edilamar Galvão.

Neste contexto, o

Estado

acaba de lançar o blog "Estadão Verifica" - que está monitorando redes sociais e checando se alguns dos textos, vídeos e fotos mais compartilhados são inverídicos, distorcidos ou descontextualizados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade