Publicidade

Estado de Minas

Janaína Paschoal diz que ainda não definiu se será candidata

A advogada do impeachment confirmou ter recebido convites e disse que, se for concorrer, vai anunciar no Twitter


postado em 09/05/2018 12:04 / atualizado em 09/05/2018 12:31

Janaina Paschoal prometeu informar aos seguidores em primeira mão possível candidatura(foto: Edilson Rodrigues)
Janaina Paschoal prometeu informar aos seguidores em primeira mão possível candidatura (foto: Edilson Rodrigues)

No dia em que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa anunciou que não vai concorrer à Presidência da República, a advogada Janaína Paschoal informou aos seguidores, também via rede social, seu talvez. Conhecida por ser uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), ela confirmou ter recebido convites mas disse não ter “nada definido”.

O dia do 'talvez' de Janaína foi anunciado pelo Twitter(foto: Reprodução)
O dia do 'talvez' de Janaína foi anunciado pelo Twitter (foto: Reprodução)


“Todos os convites que recebi muito me honram, mas não há nada definido”, afirmou. A advogada, que se refere aos seguidores no Twitter como “amados”, disse que se for concorrer a algum cargo público irá informar pela rede social.

“Vocês serão os primeiros a saber e saberão por aqui. Já devem ter notado que não mando recados, nem planto notas. O que tenho para falar, eu mesma falo”, afirmou.

Cotada para governo de SP


Nos últimos dias, blogs e colunas relataram que Janaína Paschoal seria cotada para concorrer ao governo de São Paulo pelo mesmo partido do presidenciável Jair Bolsonaro, o PSL. O partido, no entanto, não disse que não há nenhum entendimento em relação a isso. A assessoria não informou se Janaína é filiada.

Time de Bolsonaro


A página do PSL de Lorena, São Paulo, listou nesta quarta-feira (9) Janaína entre as mulheres do time de Bolsonaro.

“Janaina Paschoal é provável candidata ao governo de São Paulo, a Joice é pré-candidata ao Senado, SP, a Carla é pré-candidata à deputada federal também por São Paulo e a Elisa Robson é pré-candidata à deputada federal por Brasília. Time nota 1000”, diz a publicação.

O Estado de Minas tentou contato com a advogada Janaína Paschoal mas não obteve sucesso.


Publicidade