Publicidade

Estado de Minas

Fachin autoriza operação Lava-Jato em três estados

Batizada de Tira-Teima, a operação envolve 40 policiais, que cumprem mandados de busca e apreensão em São Paulo, capital, Fortaleza (CE) e Goiânia (GO)


postado em 10/04/2018 09:56 / atualizado em 10/04/2018 10:26

Ministro Edson Fachin(foto: Carlos Moura/SCO/STF)
Ministro Edson Fachin (foto: Carlos Moura/SCO/STF)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, autorizou a deflagração de uma operação, nesta terça-feira, em desdobramento da Operação lava-Jato. Batizada de Tira-Teima, a ação envolve 40 policiais em três capitais, São Paulo, Goiânia e Fortaleza, que investigam doações para  campanhas eleitorais.

Estão sendo cumpridos oito mandados de busca e apreensão. Não há mandados de prisão na operação de hoje.

 

A decretação dos mandadados foi feita a partir da delação do ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas, Nelson Melo, um dos delatores da Operação Lava-Jato.

De acordo com o empresário o pagamento de vantagens indevidas para obter benefícios era feito em troca de medidas de interesse do grupo econômico.


Alvos


De acordo coma Polícia Federal, os alvos são pessoas supostamente ligadas ao senador Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado.

A finalidade das medidas é buscar documentos e outros elementos de aprofundamento da investigação, considerando a notícia de doações de campanha abalizadas por meio de contratos fictícios.


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade