Publicidade

Estado de Minas

Lula vem a BH lançar pré-candidatura na próxima quarta-feira

O ex-presidente participará de atos pelo país para divulgar seu nome. O PT se animou com o resultado da última pesquisa eleitoral que o coloca como preferido do eleitorado


postado em 01/02/2018 08:32 / atualizado em 01/02/2018 10:20

Lula já anunciou que vai registrar a candidatura mesmo após a condenação em segunda instância(foto: Jefferson Bernardes / AFP)
Lula já anunciou que vai registrar a candidatura mesmo após a condenação em segunda instância (foto: Jefferson Bernardes / AFP)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vem a Belo Horizonte na semana que vem para lançar, em Minas Gerais, sua pré-candidatura. O ato, marcado para a próxima quarta-feira (7), será o primeiro dos que serão feitos nas várias regiões do país para divulgar o nome do petista na corrida ao Palácio do Planalto. A presença do petista foi confirmada pelo Instituto Lula.
 
Segundo o presidente do PT de Belo Horizonte, vereador Arnaldo Godoy, o lançamento será às 18h, à princípio no Colégio Pio XII, mas o local ainda pode ser alterado. “A Executiva Nacional nos comunicou que serão feitos atos em várias cidades do país e o primeiro será em Minas Gerais, onde temos o governador Fernando Pimentel (PT). Estamos organizando o evento junto com os movimentos sociais”, disse.

Godoy negou que tenha havido alguma antecipação do ato por causa da pesquisa Datafolha divulgada nessa quarta-feira (31), que mostra que Lula continua à frente nas pesquisas eleitorais mesmo após a condenação pelo Tribunal Regional Federal (TRF4). “Já esperávamos que a pesquisa ia dar crescimento para Lula, porque a população já percebeu que tratou-se de um golpe. A direita, o governo e a grande mídia estão descoladas da realidade”, afirmou.

Segundo a presidente do PT em Minas, Cida de Jesus, os detalhes do ato ainda serão definidos. Ela afirma que a última pesquisa eleitoral deu mais força à candidatura de Lula. ““É uma resposta que precisamos dar de que existe um golpe contra a soberania nacional e à liberdade de voto. Esse pré-lançamento é isso, é dizer que queremos a democracia de volta no Brasil e que não existe eleição democrática no país se Lula não for candidato”

A candidatura de Lula ao Planalto foi confirmada pelo PT em reunião no dia 25 de janeiro, um dia depois de ele ser condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo TRF4.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade