Publicidade

Estado de Minas

Raquel Dodge e embaixador da Itália discutem intensificação de cooperação


postado em 17/01/2018 16:13

São Paulo, 17 - A procuradora-geral Raquel Dodge recebeu o embaixador italiano Antônio Bernadini e o ministro conselheiro Fillipo La Rosa, nesta terça-feira, 16, para discutir intensificação da cooperação entre o Brasil e a Itália. "Tanto o Brasil quanto a Itália têm desafios no enfrentamento do crime organizado", disse o embaixador. Para ele, "até o momento, a parceria tem obtido resultados exitosos".

As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria.

Bernadini avalia que "a cooperação entre os dois países deve ser intensificada".

Participaram do encontro o vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz, e a secretária de Cooperação Internacional (SCI) da PGR, Cristina Romanó.

A delegação italiana elogiou o empenho das autoridades brasileiras na cooperação com a Itália na busca de soluções jurídicas para casos de tráfico internacional, extradição e organizações criminosas.

A PGR também destacou a dedicação das autoridades italianas em investigações do Ministério Público Federal e "a importância da influência do ordenamento jurídico do país no direito brasileiro".

"Muitas soluções italianas inspiraram o direito brasileiro", anotou Raquel.

Ela citou a célebre Operação Mãos Limpas que, nos anos 1990, enquadrou dezenas de políticos supostamente ligados a esquemas de propinas na Itália.

"A Operação Mãos Limpas é citada até os dias de hoje por membros do Ministério Público Federal como modelo de boas práticas para investigações", assinalou a procuradora. "Isto é um fator importante na aproximação dos dois países."

Raquel Dodge ainda salientou "a importância da cooperação com a Itália para a preservação de bens culturais e do diálogo entre os países para aprofundar o conhecimento de diferentes modelos voltados à humanização do sistema carcerário".

(Luiz Vassallo e Julia Affonso)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade