Publicidade

Estado de Minas

Vereadores de BH rejeitam criação de conselho LGBT

Com 31 votos contrários e oito favoráveis, os parlamentares ainda reprovaram todas as emendas que faziam menção à palavra 'gênero'


postado em 14/06/2017 18:31 / atualizado em 14/06/2017 19:45

(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

Em sessão tumultuada e com as galerias do plenário lotadas, os vereadores de Belo Horizonte rejeitaram a criação de um Conselho LGBT na capital. 

A medida, combatida principalmente pela bancada religiosa, foi derrubada com 31 votos contrários e oito favoráveis. Parlamentares retiraram todas as emendas que faziam menção à palavra "gênero".

A emenda foi apresentada por vereadores da esquerda à proposta de reforma administrativa do prefeito Alexandre Kalil. O texto prevê a redução de cargos comissionados e promete economia de R$ 30 milhões ao ano.

 

Nas galerias, movimentos sociais favoráveis à medida e grupos contrários à criação do conselho esquentaram o clima da votação, que lembrou uma torcida organizada.


Publicidade