Publicidade

Estado de Minas

Filho de Pimenta da Veiga desiste de ser secretário para ser assessor na Assembleia

Filho de Pimenta da Veiga pretende ingressar na carreira política e concorrer a deputado estadual


postado em 10/01/2017 10:06 / atualizado em 10/01/2017 11:38

Pedro Pimenta diz que vai esperar para concorrer(foto: Reprodução do facebook)
Pedro Pimenta diz que vai esperar para concorrer (foto: Reprodução do facebook)
O filho do ex-ministro e ex-prefeito de BH Pimenta da Veiga, Pedro Frade Pimenta da Veiga, desistiu de ser secretário municipal de Comunicação da Prefeitura de Contagem, na Região Metropolitana, para trabalhar como assessor do bloco de oposição na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ele foi nomeado na sexta-feira para o cargo com jornada de 4 horas diárias e salário de R$4.938,58. Está nos planos do jovem pavimentar uma futura carreira de deputado estadual.

Pedro Pimenta, como é conhecido, chegou a aceitar cargo e ser anunciado em dezembro pelo prefeito de Contagem, Alex de Freitas (PSDB), como integrante de sua equipe de secretariado. Na campanha para a eleição de outubro ele iniciou o “estágio” na política como secretário direto do candidato do PSDB à Prefeitura, deputado estadual João Leite, que acabou perdendo a disputa para o prefeito Alexandre Kalil (PHS).

“Fui chamado pelo Alex, que se tornou um amigo e era um desafio que me animava, mas depois, pesando na balança, acho que iria me tomar muito tempo, porque tenho projetos sociais paralelos e estudo direito. Teria de ir de manhã e voltar à noite de Contagem”, explicou. Pedro Pimenta diz que aceitou o cargo no bloco de oposição para continuar seus projetos. “Vai ser uma oportunidade de participar de fato de um grupo de oposição”.

Questionado se a escolha teria a ver com sua candidatura, Pimenta negou. “Nem sei se vou ser candidato em 2018. As campanhas do meu pai (Pimenta da Veiga perdeu a disputa para o governo de Minas em 2014) e do João me colocaram com o pé no chão e quero me preparar mais. Mas em política não se pode dar certeza. Se o cenário de 2018 estiver muito positivo por que não avaliar a possibilidade?.”

Pedro Pimenta negou, ainda, que sua desistência tenha relação com os rumores de que o prefeito de Contagem, Alex de Freitas, possa se desfiliar do PSDB e migrar para o PHS. “Até escutei isso mas não acredito que vá. Gosto muito do Alex e, pessoalmente, acredito que ele vá ser um parceiro fiel do PSDB”, disse. O mais novo assessor da oposição tem 22 anos e, depois de cursar direito, pretende fazer administração pública.


Publicidade