Publicidade

Estado de Minas

João Leite e Kalil acirram na TV disputa pela Prefeitura de BH

Candidatos a prefeito de Belo Horizonte, João Leite (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS) iniciam penúltima semana da campanha com nova troca de acusações no horário eleitoral gratuito


postado em 17/10/2016 06:00 / atualizado em 17/10/2016 07:31

Alexandre Kalil pediu votos aos moradores da Pedreira Prado Lopes (foto: Cristina Horta/EM/D.A Press)
Alexandre Kalil pediu votos aos moradores da Pedreira Prado Lopes (foto: Cristina Horta/EM/D.A Press)

João Leite não fez campanha na rua nesse domingo, mas atacou o adversário pela TV(foto: Euler Júnior/Reprodução TV)
João Leite não fez campanha na rua nesse domingo, mas atacou o adversário pela TV (foto: Euler Júnior/Reprodução TV)

Os dois candidatos a prefeito de Belo Horizonte, o deputado estadual João Leite (PSDB) e o empresário Alexandre Kalil (PHS), travam um embate acirrado no horário eleitoral gratuito. O tucano, que vinha adotando um tom mais ameno em seus programas, somente com divulgação de propostas, partiu para o ataque. Desde esse domingo (16) está sendo veiculada nos programas de televisão do tucano uma propaganda em que Kalil aparece elogiando o senador Aécio Neves (PSDB) e pedindo votos para a reeleição do prefeito da capital, Marcio Lacerda. No programa, João leite diz que o Brasil vive um momento difícil na política e na economia e que nessas horas aparece “todo tipo de gente tentando se aproveitar da boa fé, da indignação e da raiva” das pessoas”, referência indireta a Kalil, que tem feito campanha com o mote “chega de político” e tachando o adversário tucano e seus aliados de “velhos políticos”.

O programa de Leite afirma ainda que o PSDB apoiou Lacerda, mas que hoje não concorda mais com o jeito como ele administra a capital e trata as pessoas, e que Kalil também foi aliado do prefeito e, como os tucanos, hoje não o apoia mais. A intenção desse programa é rebater uma inserção que vem sendo repetida exaustivamente pela campanha de Kalil no horário eleitoral gratuito, que mostra Aécio e o governador Fernando Pimentel (PT), na época prefeito de Belo Horizonte, pedindo votos para Lacerda. “Olha o que eles fizeram com a gente”, afirma Kalil nesse programa.

Em outra inserção, Kalil também mostra o senador Aécio Neves pedindo votos para a eleição de João Leite e dizendo que o tucano vai ganhar em Belo Horizonte e o PSDB vai vencer a disputa pelo governo de Minas e pela Presidência da República em 2018. “Vamos deixar 2018 na cabeça dos velhos políticos. Eu quero é administrar BH”, afirma Kalil.

CRACOLÂNDIA Em campanha na manhã desse domingo (16) na Pedreira Prado Lopes, na Região Noroeste da capital, Kalil voltou a criticar a prefeitura, o PSB, partido de Lacerda, e o PSDB. Ao passar pela cracolândia, na entrada da comunidade, um dos aglomerados mais antigos da cidade, o candidato disse que Belo Horizonte é uma cidade sem ordem e que a prefeitura e aliados viraram a cara para os problemas da capital. “Ele e os que estão aí – o PSDB, o PSB e essa turma que tomou conta da prefeitura – e que viraram a cara para a cracolândia , viraram a cara para a saúde e para a educação. Viraram a cara para tudo. Tudo é um descaso, viraram a cara para toda a cidade”, criticou. Kalil disse ainda que vai continuar fazendo campanha “sem promessas, com simplicidade e humildade”. O candidato ouviu pedidos dos moradores para melhoria na coleta de lixo, implantação de rede de esgoto e para pôr fim à cracolândia.

O candidato do PSDB não teve agenda externa nesse domingo (16). De acordo com a assessoria de comunicação, ele passou o dia em reunião internas e gravando programas eleitorais e vídeos para as redes sociais. Seu candidato a vice-prefeito, o vereador Ronaldo Gontijo (PPS), participou da Festa da Família, no Barreiro, e afirmou que a candidatura tucana não é aventureira. “Nós estamos com uma candidatura que tem propostas viáveis, concretas e que o cidadão sabe que trarão melhorias reais para a cidade. Uma campanha da verdade. Nossa candidatura não é aventureira, o que está em jogo é o futuro da nossa cidade e queremos fazer o melhor para ela, mostrando como fazer com seriedade e respeito ao eleitor”, afirmou o candidato.

 

"Vamos deixar 2018 na cabeça dos velhos políticos. Eu quero é administrar BH"

Alexandre Kalil, candidato do PHS

 

"Aparece todo tipo de gente tentando se aproveitar da boa fé, da indignação e da raiva das pessoas"

João Leite, candidato do PSDB

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade