Publicidade

Estado de Minas

Delcídio cita Aécio, Renan e outros senadores em delação, diz jornal

Sobre o senador tucano, petista teria citado episódio relacionado à sua atuação numa Comissão Parlamentar de Inquérito


postado em 09/03/2016 09:38 / atualizado em 09/03/2016 12:05

O senador Delcídio Amaral (PT-MS), investigado na Operação Lava-Jato, citou cinco colegas de Senado em sua delação premiada. Entre eles estão o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), e Aécio Neves (PSDB-MG), segundo reportagem publicada hoje pelo jornal O Globo. Além deles, foram citados Romero Jucá (RR), segundo vice-presidente do Senado; Edison Lobão (MA), ex-ministro de Minas e Energia; e Valdir Raupp (RO). Renan, Jucá, Lobão e Raupp já são investigados em inquéritos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

O acordo de delação de Delcídio, firmado junto à Procuradoria Geral da República (PGR), ainda precisa ser homologado pelo STF, mais especificamente pelo ministro relator da Lava-Jato, Teori Zavascki. O senador petista prestou os depoimentos enquanto esteve preso preventivamente em Brasília.

Na delação premiada, Delcídio citou episódios envolvendo seus colegas de Senado. Sobre Aécio, falou sobre a atuação do tucano numa Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), mas o seu detalhamento está sob sigilo. No caso de Renan, ele confirmou a atuação do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) em nome do senador.

A assessoria de Renan sustentou que “nunca autorizou, credenciou ou consentiu que seu nome fosse utilizado por terceiros”. Já Aécio Neves, postou um vídeo em sua página do Facebook respondendo à informação de que seu nome teria sido citado por Delcídio. “Estamos assistindo hoje mais uma vez a tentativa de vincular a oposição e meu nome à Operação Lava-Jato. Outras tentativas foram desmascaradas porque eram falsas. Esse escândalo tem DNA, é do PT e dos seus aliados”, afirma.

O senador afirma ser necessário apoiar a Operação Lava-Jato para separar “o joio do trigo”. Aécio aproveita para incentivar a população a protestar no dia 13. “Nada disso me intimida, ao contrário, aumenta minha determinação de continuar combatendo esse governo que tanto infelicita o Brasil. Vamos dar nossas respostas, nas ruas do Brasil inteiro, no próximo dia 13, dizendo chega, basta, de tanto desgoverno, de tanta irresponsabilidade”, diz.

 

Reportagem de hoje diz que nome de Aécio Neves teria sido citado na delação do senador Delcídio. Veja o que diz Aécio.

Publicado por Aécio Neves em Quarta, 9 de março de 2016
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade