Publicidade

Estado de Minas

Presidenciáveis têm agenda em Minas

Dilma faz campanha em BH nesta quarta-feira e Aécio, nesta quinta-feira, em BH e Uberlândia, no Triângulo Mineiro


postado em 03/09/2014 00:12 / atualizado em 03/09/2014 07:32

O cenário político em Minas se nacionaliza a partir de hoje com a visita, nesta quarta-feira, da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, para participar, pela manhã, de cerimônia da Olimpíada do Conhecimento, do Sistema Fiemg, na capital mineira. Em seguida, Dilma faz caminhada na região de Venda Nova. Nesta quinta-feira, o senador Aécio Neves, candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, tem agenda em Belo Horizonte e em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Já a candidata Marina Silva (PSB) planeja vir ao estado na semana que vem.

A vinda dos presidenciáveis mostra a importância de Minas, na avaliação de Fernando Pimentel (PT). Apesar disso, o candidato acredita não haver grande interferência entre o pleito nacional e estadual. “Embora acompanhe fielmente a presidente Dilma, a campanha de governador independe da decisão de voto da presidente. O mineiro tem muita consciência política, ele escolhe o melhor para presidente e o melhor para governador”, disse.

Na quinta-feira, Pimenta da Veiga vai acompanhar Aécio Neves tanto em BH quanto em Uberlândia. Ele considera natural a movimentação mais intensa dos presidenciáveis. “A eleição está começando agora. Houve um aquecimento, a Copa do Mundo atrasou, e, depois, houve a tragédia que envolveu o ex-governador Eduardo Campos. De alguns dias para cá, as pessoas querem discutir política e abraçam mais forte, cumprimentam com mais determinação, têm sempre uma pergunta, uma sugestão”, disse.

Dispensas

A campanha do PSDB em Minas Gerais dispensou nessa terça-feira pelo menos 100 funcionários contratados para distribuição de adesivos na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Os empregados divulgavam as candidaturas do presidenciável Aécio Neves, para Pimenta da Veiga e para o candidato ao Senado Antonio Anastasia. Os funcionários foram dispensados nessa terça-feira e receberão o pagamento relativo a agosto na sexta-feira. O comitê tucano não comentou as demissões.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade