Publicidade

Estado de Minas

Aécio propõe ajuda para jovem voltar à escola

Aécio promete bolsa de um salário mínimo para jovens de 18 a 29 anos que retomarem estudos


postado em 27/08/2014 00:12 / atualizado em 27/08/2014 07:23

Rio de Janeiro – O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, anunciou ontem a criação de mais um programa social, caso seja eleito. O Mutirão de Oportunidades será destinado, segundo ele, a 20 milhões de jovens com idades entre 18 e 29 anos que abandonaram os estudos no ensino fundamental ou médio. Aécio prometeu oferecer aos jovens bolsa de um salário mínimo mensal durante o período do curso, que pode durar de seis meses a dois anos. Os recursos, segundo o candidato, virão do Fundo Nacional de Educação e, no futuro, de royalties do pré-sal.

 Segundo Aécio Neves, no entanto, não é possível afirmar agora quanto será investido. “A velocidade do programa será a velocidade do caixa do Tesouro”, afirmou o tucano, em entrevista coletiva no comitê do Rio de Janeiro. O Plano Nacional de Educação estabelece que o Brasil terá que aplicar 7% do Produto Interno Bruto (PIB) na área até 2019 e 10% até 2024. O candidato reiterou a meta de chegar ao fim de um possível governo tucano com crescimento do PIB de 4% a 4,5%.

No fim de semana, Aécio já havia anunciado a intenção de expandir para todo o país o programa Poupança Jovem, que criou em Minas Gerais, para o pagamento de R$ 1 mil por ano a jovens do ensino médio. “O Poupança Jovem tem a intenção de manter os alunos na escola, enquanto o Mutirão de Oportunidades pretende trazer de volta aqueles que deixaram de estudar”, disse o tucano. Um é complementar ao outro, explicou.

No caso do Poupança Jovem, os R$ 3 mil poupados nos três anos do ensino médio são dados aos estudantes que persistem na escola, se cumpridos alguns requisitos. Esse programa não é destinado a todos os alunos. “Nós buscamos atender os jovens nas regiões de maior vulnerabilidade social. A meta é que esse programa alcance 10% dos alunos do Ensino Médio até o fim de 2015”, explicou o candidato.

No Mutirão de Oportunidades, de acordo com Aécio, o propósito é possibilitar a qualificação em um sistema similar ao existente para mestrado e doutorado. “O país remunera com bolsas quem faz mestrado e doutorado porque reconhece a importância disso. Mas, no caso de jovens, eles têm muitas vezes de trabalhar de dia e estudar à noite. Ficam sobrecarregados e não conseguem avançar. Por que não dar uma bolsa para que eles possam se dedicar de verdade a estudar?”, questiona o tucano.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade