Publicidade

Estado de Minas

Anastasia empossa novo chefe da Polícia Civil e pede unidade para combater criminalidade

O novo comando da corpopração foi anunciado quatro dias após a posse do novo secretário de Defesa Social


postado em 27/03/2012 19:40 / atualizado em 27/03/2012 19:54

O novo chefe da Polícia Civil foi empossado na tarde desta terça-feira (foto: Wellington Pedro/Imprensa MG )
O novo chefe da Polícia Civil foi empossado na tarde desta terça-feira (foto: Wellington Pedro/Imprensa MG )
O governador Antônio Augusto Anastasia (PSDB) empossou na tarde desta terça-feira o novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais. O ex-corregedor geral Cylton Brandão da Matta assumiu o cargo em substituição ao delegado-geral Jairo Lélis. Durante a cerimônia, o governador voltou a ressaltar que as polícias, assim como os outros integrantes do sistema de Defesa Social, devem caminhar juntas para “dar ao cidadão mineiro a segurança”. O chefe-adjunto de Polícia Civil, delegado-geral Jésus Trindade Barreto Júnior, também deixou o cargo. Em seu lugar, assumiu a delegada-geral Maria de Lurdes Camilli, ex-chefe do 5º Departamento de Polícia Civil, sediado em Uberaba. Camilli é a primeira mulher a integrar a cúpula da corporação bicentenária.

O novo chefe da corporação disse que o combate à criminalidade será umas das suas prioridades. Cylton ainda ressaltou que pretende atuar na articulação das polícias com a sociedade. “Questões atualmente prioritárias na pauta governamental, como a diminuição da criminalidade, notadamente dos crimes violentos, e o aperfeiçoamento da articulação e integração entre as policias e a sociedade civil, sob a coordenação política e operacional da Secretaria de Estado de Defesa Social, serão a matriz de nossa atenção”, ressaltou.

Anastasia voltou a afirmar que para que a população tenha a “sensação subjetiva de segurança” é necessário que haja articulação entre a Policia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sistema Socioeducativo, com a participação da Defensoria Pública, além do Ministério Público e o Pode Judiciário.

O novo comando da Policia Civil foi anunciado na sexta-feira passada, quatro dias após a posse do novo titular da Secretária de Defesa Social (Seds), Rômulo Ferraz, assumir a vaga deixada por Lafayette Andrada, que deixou a pasta e se tornou o líder do bloco Transparente e Resultado, da base do governo, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (Almg).

Em janeiro, o governador Anastasia também alterou o comando da Polícia Militar. Durante a cerimônia de posse ele falou da necessidade de as polícias estarem unidas e caminhando sob a mesma bandeira. Na época, ele rebateu acusações de que o relacionamento entre as duas instituições estivesse em conflito

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade