Publicidade

Estado de Minas Empregos

Mineração é solução para o desenvolvimento sustentável de Moeda e região

Setor garante 8% do PIB mineiro e gera centenas de milhares de empregos


Gerdau
Conteúdo patrocinado
Gerdau
postado em 22/11/2021 06:00

Motorista Betânia Soares Fonseca
A motorista Betânia Soares Fonseca, moradora de Moeda, é uma das 11 mil pessoas em atividade nas operações da Gerdau em MG (foto: Gerdau/Divulgação)

 
A motorista de caminhão Betânia Soares Fonseca, de 41 anos, saiu do Espírito Santo com sua família há 28 anos e encontrou no município de Moeda, na região do Alto Paraopeba, a oportunidade de se estabelecer e criar um novo lar. A cidade, que possui cerca de cinco mil habitantes, tem na mineração, comércio, agricultura e turismo suas principais fontes de geração de emprego e renda. 

Betânia está entre os mais de 200 moradores de Moeda que trabalham na mina de Várzea do Lopes, operada pela Gerdau e localizada em Itabirito. Contratada há cerca de três meses pela empresa terceirizada Fagundes, a motorista pôde dar início ao antigo sonho de construir a sua casa em Moeda, onde irá morar com o filho caçula, de 20 anos de idade. 

“Sempre tive paixão por veículos grandes, meus irmãos dirigem caminhão e eu tinha vontade de seguir nessa profissão. Fui motorista de ambulância por alguns anos antes de iniciar na Mina de Várzea do Lopes. Mas minha renda era bem menor do que o que ganho hoje na mineração, o que me impedia de fazer planos de futuro. Hoje estou muito feliz por fazer o que amo e dar os primeiros passos para a realização do sonho de construir minha casa, no terreno que herdei da minha mãe há alguns anos”, relata Betânia.  

Geração de empregos


Maior empresa brasileira produtora de aço, a Gerdau emprega em Minas Gerais mais de 11 mil pessoas, de forma direta e indireta, em suas operações de siderurgia e mineração. Ela integra o grupo de grandes companhias que garantem 68,5% dos empregos no Estado, de acordo com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG). 

Na região do Alto Paraopeba, que inclui os municípios de Moeda, Itabirito, Belo Vale, Congonhas, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete e Ouro Preto, a empresa mantém hoje 11 mil empregos diretos e indiretos em território mineiro. 

Um bom exemplo de como a presença de empresas como a Gerdau contribuem para alavancar a geração de empregos nas pequenas cidades vem de Itabirito. Em 2020, o município figurou entre os 20 municípios brasileiros que mais contabilizaram empregos com carteira assinada, de acordo com o Caged - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Um marco relevante em tempos de alto desemprego em todo o país.

Em tempos de crise econômica e social, agravada pelos efeitos da pandemia do COVID 19, a mineração é um setor que basicamente promove desenvolvimento socioeconômico: garante 8% do PIB mineiro e gera mais de centenas de milhares de empregos diretos e indiretos, contribuição reconhecida inclusive pela população. Com projetos cada vez mais sustentáveis, além de gerar emprego e renda, impacta fortemente a realidade das comunidades, promovendo saúde, segurança, educação, preservação ambiental e cultural - contribuindo enfim para uma qualidade de vida melhor onde está presente.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade