Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Minas também é Nordeste e deveria ser muito mais

Tem o clima, tem a gente, tem a força e, no plano político, tem também a possibilidade de fazer uso dos incentivos dados aos pertencentes à área da Sudene


postado em 27/05/2019 04:07

Nas eleições de 2014 e novamente na de 2018, muitos foram os mineiros que criticaram os nordestinos por causa das diferenças nas preferências entre os eleitores daquela região e de outras áreas do país. A cada nova crítica nas redes sociais ou em rodas de conversa, lembrava da celebre passagem bíblica:  “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”. Minas Gerais tem muito mais de nordeste do que a maioria imagina. Tem o clima, tem a gente, tem a força e, no plano político, tem também a possibilidade de fazer uso dos incentivos dados aos pertencentes à área da Sudene.
Dos 853 municípios de Minas, 168 deles fazem parte da Sudene e estão aptos a receber os incentivos gerados pela superintendência de desenvolvimento que busca promover ações de base produtiva includentes e sustentáveis em sua área de atuação.


Fazer parte da Sudene implica no acesso a diversos benefícios e subsídios específicos para a região, tais como incentivos fiscais para empreendimentos, acesso a linhas de crédito e programas de desenvolvimento de áreas específicas.


Com a presença do presidente Jair Bolsonaro e dos nove governadores dos estados que abrangem a área da Sudene aconteceu, no mês de maio, o 25º Condel, encontro do Conselho Deliberativo da Sudene. Nessa reunião foi aprovado o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), que busca um novo modelo de implementação de políticas públicas que integram a economia regional aos padrões sócio-técnicos propostos pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (energia solar, energia eólica, reuso de agua, reflorestamento, biodiversidade etc.), fazendo uso de novos modelos que articulam recursos orçamentários e investimentos entre as esferas pública e privada.


Minas Gerais está contemplada no PRDNE com 243 iniciativas nas mais diversas áreas. Todas essas iniciativas visam a gerar valores a partir da nossa rica e singular diversidade, buscando a valorização da capacidade de nossa gente, bem como o uso de nossa biodiversidade.


Só com uma maior identificação com o Nordeste, usando as forças e oportunidades presentes na região, poderemos superar um passivo econômico e social ainda presente. Afinal, Minas Gerais também faz parte do Nordeste e nos orgulhamos disso.


Publicidade