UAI
Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO INFANTIL

Com maioria favorável, vacinação infantil é citada 700 mil vezes no Twitter

Pesquisa mapeia publicações sobre o tema nas últimas duas semanas; maioria dos internautas celebra a vacina para crianças e critica fake news


26/01/2022 15:05 - atualizado 26/01/2022 16:41

Criança sendo vacinada
Vacinação infantil se torna um dos assuntos mais comentados no Twitter (foto: Norberto Duarte/AFP)
O início da vacinação contra a COVID-19 para crianças foi ansiosamente aguardado por milhares de famílias em todo o mundo. Após quase dois anos de pandemia, a chegada do imunizante pediátrico foi celebrada pela maior parte da população brasileira. No Twitter, o assunto ganhou audiência e se tornou viral com mais de 700 mil publicações favoráveis em duas semanas. 

Frente à propagação de falsas informações sobre a vacina infantil, as publicações visam compartilhar imagens e notícias de crianças recebendo o imunizante em diversas cidades e regiões do país. Os internautas contestam as notícias de supostas mortes e complicações devido a vacinação. 
 
 

Hashtags viralizam e impulsionam debates nas redes sociais 


Dados levantados pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV DAPP) apontam que entre os dias 11 e 24 de janeiro 705,3 mil postagens no Twitter se referiam a vacinação infantil. 

As top três hashtags do período, de acordo com a pesquisa, são #derrubamalafaia, com 34,3 mil postagens; seguida de #vacinasalvamvidas, com 6,6 mil e #vacinaparacriançaja, em 4,2 mil tuítes. A primeira, utilizada em protesto às declarações do pastor Silas Malafaia que, sem embasamento científico, classificou a imunização de crianças como “infanticídio”. 
 
 

O debate atingiu o maior engajamento, no entanto, no último dia 20 de janeiro quando contabilizou 98 mil publicações, favoráveis e contrárias. O assunto retornou aos holofotes após uma criança sofrer uma parada cardiorrespiratória em Lençóis Paulista, interior de São Paulo. 
 
Na ocasião, a prefeitura do município relacionou erroneamente o quadro de saúde da criança a um efeito colateral da vacina. O caso foi desmentido por 10 especialistas e divulgado pelo Ministério da Saúde no dia 21 de janeiro que afirmou, em nota, que o imunizante contra a COVID-19 não foi a causa da parada cardíaca. A criança, na verdade, é portadora de uma síndrome congênita rara: Wolff-Parkinson-White (WPW).

Ainda no dia 20 de janeiro, o despacho do ministro Ricardo Lewandowski (STF) negando um pedido de inclusão da vacinação infantil contra a COVID-19 no Plano Nacional de Imunização inflamou as redes sociais. O assunto foi amplamente comentado e criticado por parte da população na internet. 

Veja os números de interações do debate sobre vacinação infantil no Twitter:


Dividido por cores e setores da sociedade, a Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV DAPP) mapeou as publicações  e interações sobre a vacinação infantil no Twitter. 
 
Mapa de grupos e setores sociais relacionado a publicações sobre vacinação infantil
Mapa relaciona grupos e setores sociais a publicações sobre vacinação infantil (foto: Twitter/Elaboração: FGV DAPP)
 


Azul %u2012 30,90% dos perfis | 45,62% das interações

Composto por políticos de direita e blogueiros e canais de mídia alternativa conservadores, grupo aborda a notícia da criança que supostamente teria sofrido uma parada cardiorrespiratória após ter sido imunizada. Neste grupo muitos perfis também trataram do direito que os pais teriam sobre seus filhos quanto a decisões oficiais de autoridades. 

Vermelho %u2012 34,59% dos perfis | 35,11% das interações

Composto por ativistas políticos, influenciadores digitais e canais de mídia alternativa que fazem oposição ao governo federal, este grupo contesta as informações e notícias falsas relacionadas à vacinação infantil. O grupo questiona e critica as declarações do pastor Silas Malafaia e a postura da base bolsonarista frente ao tema. 

Verde %u2012 5,29% dos perfis | 3,25% das interações

Grupo que conta com jornalistas e perfis de usuários comuns. Os perfis comemoraram a realização da vacinação infantil contra a COVID-19 em diversas localidades do Brasil, compartilhando números da imunização, além de notícias e imagens de crianças recebendo suas doses.

Lilás %u2012 4,29% dos perfis | 2,41% das interações

Impulsionado por portais de mídia, grupo se mobiliza em torno de uma postagem viral que questiona a preocupação exagerada com possíveis efeitos adversos da vacinação infantil. O conteúdo a compara a um suposto descaso de pais e autoridades em relação às consequências dos agrotóxicos usados nos alimentos que as crianças brasileiras consumiriam. 

Laranja %u2012 4,54% dos perfis | 2,42% das interações

Grupo de perfis de usuários comuns que republicam uma postagem viral que repercute recados otimistas e divertidos de uma criança autista após ter recebido sua dose da vacina, afirmando estar muito feliz na ocasião.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade