UAI
Publicidade

Estado de Minas DESAPARECIMENTO

Três alunos desaparecem em excursão escolar e um deles é encontrado morto

Daniel Hiarle Arruda de Oliveira, de 14 anos, foi encontrado a três metros de profundidade na cachoeira em ação do Corpo de Bombeiros


07/12/2021 17:29

 Daniel Hiarle Arruda de Oliveira
Daniel Hiarle Arruda de Oliveira, de 14 anos, foi encontrado morto após ação do Corpo de Bombeiros na cachoeira (foto: Arquivo Pessoal)

Na tarde da última segunda-feira (6/12), três alunos desapareceram durante excursão escolar na Chapada dos Guimarães em Mato Grosso. Dois deles foram resgatados mas, Daniel Hiarle Arruda de Oliveira, de 14 anos, foi encontrado morto após ação do Corpo de Bombeiros na cachoeira.

Segundo a diretora da Escola Estadual Professor Welcio Mesquita de Oliveira, 60 alunos estavam presentes na excursão no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães e, ao final do dia, quando foram fazer a contagem dos alunos, perceberam que três deles estavam faltando.
Dois deles foram encontrados na trilha mas, Daniel não estava com eles.

Os professores chamaram o Corpo de Bombeiros que iniciaram as buscas por volta das 18h30 na Cachoeira da Prainha, último lugar onde Daniel tinha sido visto. A ação, que durou aproximadamente cinco horas, tinha cinco bombeiros e um cão farejador para ajudar na busca.

O corpo do adolescente foi encontrado submerso na cachoeira, a três metros de profundidade. Ainda não foi divulgado o laudo médico indicando a causa da morte.

As circunstâncias da morte ainda não foram divulgadas. Segundo a diretora da escola, esse foi o segundo passeio realizado neste mês. Outra turma faria a mesma excursão nesta terça-feira, e o passeio foi cancelado.

As aulas na escola foram suspensas até a próxima quinta-feira (9/12) e de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) todas as medidas necessárias para ajudar nas buscas por Daniel e para a investigação do caso foram tomadas.

O que diz a família

Muito abalada, a mãe de Daniel disse ao G1 que só ficou sabendo que do ocorrido às 21h e que não lhe informaram que ele tinham morrido, só que estava desaparecido. "Eu esperava que viessem me dar todo o apoio que eu precisava, porque meu filho não vai voltar", disse ela.

Além disso, Joceli Mara Rodrigues de Oliveira contou que o filho tinha pedido para ir ao passeio como presente de aniversário. "No dia 1º foi aniversário dele. Ele falou: 'mãe, só me dá o passeio'. Aí eu falei: 'ah Daniel, você só pede coisa difícil', mas daí eu assinei o papel e o meu marido deu o dinheiro para ele ir". Ela diz se arrepender de deixar Daniel ir na excursão. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade