UAI
Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Homem mata vizinho que tentou defender mulher de violência doméstica

Agressor tentou fugir mais foi impedido por populares. Se condenado pode pegar de 12 a 30 anos de prisão


23/11/2021 07:56

Ilustração com uma faca suja de sangue
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
Um caso de violência contra a mulher a terminou em assassinato neste fim de semana no Distrito Federal. A vítima é um homem de 34 anos, que interviu na briga de um casal de vizinhos, ocorrida na noite de domingo (21/11), e foi esfaqueado no peito pelo autor da violência doméstica.    

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), após intervir no conflito entre o casal, a vítima do assassinato foi até a casa do agressor para se explicar e pedir desculpas quanto à intervenção na briga doméstica. Nesse momento, contudo, o autor da violência doméstica pegou uma faca e o golpeou no peito.

Após esfaquear o vizinho, o autor do crime tentou fugir, mas foi perseguido por conhecidos da vítima e agredido fisicamente. Devido às lesões sofridas, ele precisou ser internado, em estado grave, na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital de Base. A faca usada por ele para matar o vizinho não foi localizada. 

O caso é investigado pelos agentes da 4ª Delegacia de Polícia (Guará). De acordo com os responsáveis pelo caso, o acusado será transferido para o sistema prisional quando receber alta médica e, se condenado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, estará sujeito a penas de 12 a 30 anos de prisão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade