UAI
Publicidade

Estado de Minas ESPERANÇA

Merck: medicamento reduziu risco de morte por COVID em 50%

Companhia disse que pretende emitir um pedido de Autorização de Uso emergencial de molnupiravir para a FDA, a Anvisa dos EUA, 'o mais rápido possível'


01/10/2021 09:16 - atualizado 01/10/2021 16:48

Pílulas de molnupiravir
No estudo, o medicamento diminuiu a chance de hospitalização ou morte em quase 50%, e 7,3% dos pacientes testados foram internados ou a óbito, segundo a Merck (foto: Divulgação/Merck & Co.via AP)
A Merck anunciou nesta sexta-feira, dia 1º, que o molnupiravir, remédio que desenvolveu para o tratamento da COVID-19 com sua parceira Ridgeback Biotherapeutics, "reduziu significativamente" os riscos de hospitalização e morte pela doença, em análise feita com pacientes adultos que apresentaram sintomas leves a moderados de COVID-19.

 



No estudo, o medicamento diminuiu a chance de hospitalização ou morte em quase 50%, e 7,3% dos pacientes testados foram internados ou a óbito, segundo a Merck.

A farmacêutica americana afirmou que deixará de recrutar mais voluntários devido aos resultados positivos, após consultar órgãos reguladores. A companhia disse que pretende emitir um pedido de Autorização de Uso emergencial ao Food and Drug Administration (FDA, a Anvisa dos EUA) "o mais rápido possível".

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade