UAI
Publicidade

Estado de Minas CRIME

Em prisão domiciliar, homem vai a bar e esfaqueia desconhecido no peito

Acusado teria saído de casa para ir a bar. Na ocasião, depois de ter a venda de um cigarro picado negada, ele esfaqueou o comerciante no lado esquerdo do peito


22/09/2021 12:16

O homem foi preso após esfaquear um comerciante por motivo fútil
O homem foi preso após esfaquear um comerciante por motivo fútil (foto: PCDF/Divulgação)
Um homem que estava em regime de prisão domiciliar foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) após esfaquear um desconhecido em 6 de setembro. Segundo relatos, o acusado teria ido a um bar e, enquanto bebia cachaça com energético, sem razão aparente, deu uma facada no lado esquerdo do peito de um desconhecido.

Com perfuração no pulmão, a vítima foi levada ao Hospital de Base. A faca, de acordo com boletim da PCDF, passou a poucos centímetros do coração. Após o ocorrido, a 9ª Delegacia de Polícia, do Lago Norte, foi acionada. As diligências apontaram que o autor estava em prisão domiciliar por homicídio com faca em circunstâncias bem semelhantes ao que ocorreu no bar.

Levando em conta o comportamento do acusado, a polícia, apresentou ao Poder Judiciário um pedido pela segregação cautelar do homem. Com a autorização da Justiça, o acusado foi preso nesta quarta-feira (22/9), com o objetivo de impedir que ele volte a cometer práticas semelhantes.

Após a prisão, o criminoso disse que golpeou o desconhecido porque ele negou a venda de um cigarro picado. O acusado ficará preso até o fim do julgamento e está indiciado pelo crime hediondo de tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. As penas podem chegar de 12 a 30 anos de prisão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade