UAI
Publicidade

Estado de Minas DESCASO

Estudante acusa Latam de maus-tratos a cachorro que morreu durante viagem

Cachorro Zyon teria passado muito tempo no sol, depois da chegada ao destino, e foi entregue à dona praticamente morto


22/09/2021 10:49

None
(foto: Reprodução/ Redes Sociais/ Gabriela Duque Rasseli)
A estudante carioca Gabriela Duque Rasseli, 24 anos, acusa a empresa aérea Latam de ter causado a morte do cachorro dela, Zyon, um filhote da raça golden retriever, na terça-feira (14/9). Segundo Gabriela, o animal teria sofrido maus-tratos por parte da empresa. Ela conta que embarcou o mascote no Rio de Janeiro, às 13h53; e o recebeu de volta, às 15h30.


Em nota divulgada à imprensa, os advogados de Gabriela e da família dela informaram que "a jovem, além de viver o luto por seu animal de estimação, também recebe, devido à grande exposição sofrida, inclusive ataques de terceiros".

Além disso, afirmaram que, apesar das notas divulgadas e da proposta de reunião da Latam, "Gabriela e  a família Duque ainda aguardam os devidos esclarecimentos da empresa sobre o período em que Zyon passou desde o desembarque até o encontro".

"A família estuda a possibilidade de entrar com ação judicial, na tentativa de obter reparação e encerramento ao episódio que ainda causa muita dor. Entretanto, ainda resta a indignação pelo descaso com que os animais são tratados pela companhia e a frustração na busca por respostas pelo que aconteceu com Zyon."

A Latam, em nota, afirmou que seguiu todos os protocolos de transporte do pet, e que atende rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais. "Nós, da Latam, nos sensibilizamos muito com o que aconteceu e estamos em contato com a cliente Gabriela desde o desembargue do animal. A companhia reitera que a segurança é um valor inegociável, reforçando que se solidariza com a tristeza vivida pela cliente e que fará tudo que está ao seu alcance para oferecer a assistência necessária neste momento", informou a companhia.

Redes sociais

Nas redes sociais, o caso teve imensa repercussão. Apesar de muitos usuários terem ficado com raiva da companhia aérea e do ocorrido com o cachorro, muitos internautas questionaram a compra e venda de pets, tratando animais como mercadorias.


*Estagiária sob a supervisão de Vinicius Nader


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade