Publicidade

Estado de Minas CRIANÇAS DESAPARECIDAS

Polícia encontra ossada em busca por meninos desaparecidos em Belford Roxo

Ossada estava em rio onde homem acusou o próprio irmão de ocultar corpos em saco plástico. Material foi levado para perícia


30/07/2021 15:32

Lucas Matheus, 8 anos, o primo dele, Alexandre, 10, e o amigo Fernando Henrique, 11, saíram de casa, em 27 de dezembro de 2020, em Belford Roxo, para jogar bola e não voltaram mais(foto: Reprodução/TV Globo)
Lucas Matheus, 8 anos, o primo dele, Alexandre, 10, e o amigo Fernando Henrique, 11, saíram de casa, em 27 de dezembro de 2020, em Belford Roxo, para jogar bola e não voltaram mais (foto: Reprodução/TV Globo)

Uma equipe da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada para examinar restos de uma ossada encontrados dentro de um saco plástico nesta sexta-feira (30/7). Os ossos foram localizados enquanto faziam buscas em uma área próxima a uma ponte em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, onde teriam sido deixados sacos com corpos de três meninos desaparecidos no município.

As buscas de hoje, após sete meses de investigação, ocorreram após denúncia de um homem que foi ao Batalhão de Polícia da cidade afirmando que precisava contar um possível envolvimento do próprio irmão no sumiço das crianças. A ação foi feita com a ajuda de bombeiros do quartel de Belford Roxo e Grupamento de Buscas e Salvamento da corporação.
O material foi recolhido para ser analisado em um laboratório da Polícia Civil. Ainda não se sabe se são restos humanos ou de animais. Foram encontrados também fios de cabelo, que serão analisados.

Lucas Matheus, 8 anos, o primo dele, Alexandre, 10, e o amigo Fernando Henrique, 11, saíram de casa, em 27 de dezembro de 2020, em Belford Roxo, para jogar bola e não voltaram mais. 

Segundo depoimento do denunciante, os meninos teriam furtado uma gaiola de passarinho - uma linha de investigação já levantada anteriormente pela polícia - e que, por isso, teriam sofrido retaliação de traficantes, sendo espancados e mortos.

O homem também afirmou que os corpos foram deixados em uma ponte, por onde passa um rio. O local seria próximo da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. O denunciante teria ajudado a ocultar os corpos. O acusado afirmou que não tem nenhum tipo de envolvimento e que o depoimento do irmão é motivado por uma rixa de família. A polícia deve retornar ao local para realizar novas buscas.

*Estagiária sob a supervisão de Andreia Castro


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade