Publicidade

Estado de Minas ISOLAMENTO SOCIAL

Um quinto dos brasileiros passaram a beber mais na pandemia, diz pesquisa

Pesquisa do Instituto Paraná indica que consumo de álcool entre os homens aumentou quase 25% no período de um ano


30/03/2021 13:01 - atualizado 30/03/2021 14:59

Quanto menor a faixa etária, maior foi o consumo alcoólico: 24,5% dos entrevistados entre 16 e 24 anos admitiram que passaram a beber mais(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Quanto menor a faixa etária, maior foi o consumo alcoólico: 24,5% dos entrevistados entre 16 e 24 anos admitiram que passaram a beber mais (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Os brasileiros estão bebendo mais durante a pandemia. É o que mostra pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisa. Entre os entrevistados, 20,3%, confirmaram o aumento do consumo de bebidas alcóolicas. Os que afirmam que não mudaram seus hábitos etílicos somam 77,2% e não souberam ou não opinaram, 2,5%.

Os homens aumentaram em 24,3% o consumo de bebida desde o início das medidas sanitárias contra a COVID-19 em março de 2020. Outros 73,2%  disseram que não houve alteração e 2,5% não responderam.

Em relação às mulheres, 16,5% responderam que estão bebendo mais, contra 81% que não alteraram sua rotina etílica. Também 2,5% não responderam ou não souberam responder.
 
Quanto menor a faixa etária, maior foi o consumo alcoólico: 24,5% dos enmtrevistados entre 16 e 24 anos admitiram o aumento, contra 73,6% que afirmaram não ter alterado.

Na faixa entre 25 e 34 anos, 22,4% também beberam mais, contra 75,6%. Entre pesquisados na faixa etária de 45 a 59 anos, o consumo de bebida aumentou 21%, contra 76,6% que não mudaram seus hábitos. Acima dos 60, 16,4% disseram estar bebendo mais, contra 80,4%.
 
Brasileiros com grau de instrução fundamental, estão bebendo mais: 21,5% aumentaram o consumo de bevidas, contra 74,5%. Com graduação no ensino médio, 20,4% bebem mais, contra 78%, e entre pessoas com nível superior, 18,6% disseram aumentar o consumo contra, 79,4%.
 
Entre os pesquisados moradores nas regiões Norte e Centro Oeste, 23,2% admitiram estar bebendo mais, contra 74,4%. Seguidos pelo Sul do país, com 21,9% contra 75,1%. Sudeste, com 19,7%, contra 78,6%; e Nordeste, 18,5% contra 77,8%.

Foram ouvidas 2.020 pessoas, entre 1º e 4 de março. Participaram do formato on-line de coleta dos dados cidadãos maiores de 16 anos em 174 municípios de 26 estados e do Distrito Federal
 
Segundo o instituto a amostra representativa do Brasil atinge um grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2% para os resultados gerais. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/20.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade