Publicidade

Estado de Minas CRISE SANITÁRIA

Descontrole da COVID-19 no Brasil é destaque em jornais de todo o mundo

Os mais prestigiados jornais do planeta repercutem a crise do país e advertem sobre a variante brasileira do coronavírus


03/03/2021 10:15 - atualizado 03/03/2021 10:46

Vista aérea de um trator cavando sepulturas em uma área de cemitério em Manaus, Amazonas (08/01/2021). Descontrole da COVID-19 no Brasil é notícia em todo o mundo(foto: Michael Dantas/AFP)
Vista aérea de um trator cavando sepulturas em uma área de cemitério em Manaus, Amazonas (08/01/2021). Descontrole da COVID-19 no Brasil é notícia em todo o mundo (foto: Michael Dantas/AFP)
Nesta quarta-feira (03/03), um dia depois de o Brasil registrar o recorde diário de mortes por COVID-19, veículos de mídia de diferentes países publicaram reportagens sobre o descontrolado avanço da pandemia no país. O New York Times, que expõe o drama da população e a inércia das autoridades locais, destaca a inquietação de cientistas com a crise sanitária brasileira, uma ameaça para todos os países do globo.

 

reportagem do jornal americano, ilustrada por uma foto do mirante do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, sendo esterilizado, mostra que, depois de um ano de pandemia, o Brasil, ao contrário da experiência de outras nações, está vivenciando novos recordes de casos e óbitos. Nessa terça-feira (02/03), foram registradas 1.726 mortes por COVID-19 e 58.327 novos infectados.

 

Os mais prestigiados jornais do planeta repercutem a crise do país e advertem sobre a variante brasileira do coronavírus(foto: Montagem/NYT - Reprodução/The Guardian - Reprodução/Público - Reprodução)
Os mais prestigiados jornais do planeta repercutem a crise do país e advertem sobre a variante brasileira do coronavírus (foto: Montagem/NYT - Reprodução/The Guardian - Reprodução/Público - Reprodução)
 

 

O NYT ressalta que o país está lutando contra uma nova variante do vírus, que afetou inicialmente o estado do Amazonas, mas que, até o final de fevereiro, foi identificada em 21 dos 26 estados brasileiros, levando ao colapso do sistema de saúde em todas as regiões do país e ao desabastecimento de insumos hospitalares, como o oxigênio.

 

Os esforços de cientistas para compreender mais sobre a variante e rastrear sua propagação pelo país é relatado na matéria, que evidencia a limitação de recursos para testes e estudos no Brasil. O texto mostra que, enquanto os Estados Unidos fizeram sequenciamento genético em cerca de 1 em cada 200 casos confirmados, os brasileiros sequenciam cerca de 1 em cada 3.000 notificações.

 

O New York Times apresenta a preocupação de cientistas com os possíveis casos de reinfecção, decorrentes da cepa de Manaus, e o alerta de que os planos de imunização podem se mostrar ineficientes se feitos de forma isolada pelas nações desenvolvidas, sem compreender os países pobres.

 

A reportagem traz críticas à atuação do governo federal e cita a postura do presidente Jair Bolsonaro, que, segundo o NYT, sabota o distanciamento social, minimiza a ameaça do coronavírus, propagandeia remédios sem eficácia comprovada e não atua para promover uma frente nacional de vacinação e combate à COVID-19.

 

Na mesma linha do jornal americano, o inglês The Guardian destaca nesta quarta que o 'surto de COVID no Brasil é ameaça global que abre portas para variantes letais'.

 

O Público, de Portugal, noticia o recorde de mortes e o colapso das redes de saúde públicas e privadas do Brasil, decorrentes do repique da pandemia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade