Publicidade

Estado de Minas EM FLAGRANTE

Filha do cantor Belo é presa acusada de integrar quadrilha no Rio de Janeiro

Isadora Alkimin, de 21 anos, foi uma das 12 mulheres presas nesta quarta-feira (12), suspeita de participar de quadrilha especializada em golpe eletrônico


12/11/2020 11:25 - atualizado 12/11/2020 11:36

Isadora Alkimin, filha mais nova do cantor Belo, foi presa nesta quarta-feira (11), acusada de integrar uma quadrilha(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Isadora Alkimin, filha mais nova do cantor Belo, foi presa nesta quarta-feira (11), acusada de integrar uma quadrilha (foto: Redes Sociais/Reprodução)
A filha mais nova do cantor Belo, Isadora Alkimin Vieira, de 21 anos, foi presa nesta quarta-feira (11), pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), no Rio de Janeiro. Ela e outras onze mulheres estão sendo acusadas de formarem uma quadrilha especializada em golpes por meio eletrônico, ligada à maior facção criminosa do Rio.

De acordo com a polícia, elas induzem as vítimas a repassarem os dados bancários e entregarem os cartões a outros integrantes do grupo, no caso, motoboys que pegavam os objetos para serem utilizados. O valor levantado pela quadrilha com os golpes é estimado entre R$ 600 mil e R$ 1 milhão por mês.

A polícia recebeu uma denúncia anônima e foi até o endereço na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. No local, prenderam em flagrante Isadora e mais onze mulheres. Agora ela responderá judicialmente pelo crime de organização criminosa.

O cantor Belo disse ao jornal O Globo que está muito surpreso e arrasado com a notícia. Ele dise que sequer podia imaginar isso. “Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento”, disse.

Belo tem outros três filhos: Arthur Paulo Vieira, Paula Cristina Vieira e Ingrid Vieira.

Isadora é estudante de odontologia e tem 26 mil seguidores no Instagram. Em abril, ela fez uma homenagem para o pai nas redes sociais. “Pai, gostaria de te escrever mil coisas, mas só posso dizer obrigada por tudo, por me ensinar respeito com as epssoas, humildade, simplicidade e amor. Obrigada por tudo que sempre fez por mim, apesar de todos pesares conte comigo para o que precisar, pois seja o que for estarei sempre aqui. Espero que essa data se repita por um milhão de anos. Um beijo da sua filha que tanto te ama e te admira. Feliz aniversário”, escreveu.

Além da prisão, também foram apreendidos com elas notebooks, nove máquinas de cartão, 50 cartões de crédito, celulares e outros materiais utilizados nos crimes.
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade