Publicidade

Estado de Minas

Pacientes são retirados de hospital de Brasília após princípio de incêndio

Segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas começaram no Hospital Santa Lúcia Norte depois de um curto-circuito na sala de máquinas, localizada no terraço


17/10/2020 22:24 - atualizado 17/10/2020 22:41

Militares do Corpo de Bombeiros retiraram mais de 100 pacientes da unidade(foto: Caroline Cintra/CB/D.A Press)
Militares do Corpo de Bombeiros retiraram mais de 100 pacientes da unidade (foto: Caroline Cintra/CB/D.A Press)


Mais de 100 pacientes do Hospital Santa Lúcia Norte, em Brasília, foram retirados do prédio após um princípio de incêndio na noite deste sábado. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 19h20 e atuou no combate às chamas. Ninguém ficou ferido.

De acordo com o tenente da corporação Fábio Bohle, o fogo começou após um curto-circuito na sala de máquinas, que fica no terraço da unidade de saúde. As chamas teriam atingido, também, o 5º andar do hospital, mas não espalhou-se muito.

A atuação dos bombeiros durou cerca de 15 minutos para conter o fogo, que foi extinto rapidamente. Uma equipe da Companhia Energética de Brasília (CEB) também foi acionada para normalizar a energia da unidade de saúde. 

A causa das chamas teria sido um curto-circuito nacasa de máquinas (foto: Divulgação/CBMDF)
A causa das chamas teria sido um curto-circuito nacasa de máquinas (foto: Divulgação/CBMDF)


Após a operação de varredura em todos os andares do hospital, o Corpo de Bombeiros autorizou o retorno dos pacientes aos quartos, de forma segura, por volta das 20h20. Nenhum deles precisou ser encaminhado para outra unidade de saúde.

Susto


Acompanhando a mãe, Raquel Vieira, 62 anos, que passou por uma cirurgia no braço, o militar Nailton Vieira, 37, contou que o momento que soube do princípio de incêndio foi assustador. "O pessoal veio avisando nos quartos, desci com ela nos meus braços", disse. "A gente fica desorientado na hora, porque não imagina passar por algo assim, mas mantive a calma para ajudá-la", declarou. 

Porteiro de um prédio em frente ao Hospital Santa Lúcia Norte, Raimundo Firmino, 59, aguava as plantas do edifício quando viu a fumaça. "De repente vi os bombeiros e o fogo, fiquei apavorado. Fiquei preocupado, como se tivesse um ente querido meu aí dentro. Graças a Deus está todo mundo bem", disse. 

Atendimento normalizado


Em nota, o hospital informou que como medida de segurança preventiva, evacuou alguns andares cumprindo todos os protocolos de segurança para a realização adequada da varredura. "O local já foi liberado pelo Corpo de Bombeiros e o atendimento médico seguirá normalmente na unidade", diz o texto.

Incêndio no Santa Luzia


Na manhã de 29 de agosto, uma chama intensa no telhado do hospital Santa Luzia, no final da Asa Sul, assustou pacientes e pessoas que passavam pela região. O local precisou ser evacuado. Não houve feridos.

O Corpo de Bombeiros informou que o fogo teria começado após a manutenção de um equipamento de ar condicionado. Em seguida, uma fumaça escura se espalhou rapidamente provocando pânico no hospital. Ainda pela manhã as chamas foram controladas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade