Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Pfizer e BioNTech começam fase 2 de testes nos EUA para potencial vacina

A vacina experimental produzida em conjuntos pelas duas companhias desencadeou respostas nas células T dos participantes


27/07/2020 20:01 - atualizado 27/07/2020 20:51

Especialistas acreditam que uma resposta das células T seja crucial para que o corpo humano desenvolva imunidade ao coronavírus(foto: Arte/EM.D.A press)
Especialistas acreditam que uma resposta das células T seja crucial para que o corpo humano desenvolva imunidade ao coronavírus (foto: Arte/EM.D.A press)
As farmacêuticas Pfizer e BioNTech informaram que iniciaram nos Estados Unidos a segunda e penúltima fase de um ensaio clínico para uma potencial vacina contra o coronavírus, que deve envolver 30 mil pessoas em todo o mundo. "É um grande passo para frente no nosso progresso no sentido de fornecer uma potencial vacina para ajudar a combater a pandemia de covid-19, e esperamos gerar dados adicionais à medida que o programa progrida", afirmou a chefe de pesquisa e desenvolvimento de vacinas da Pfizer, Kathrin U. Jansen.

A vacina experimental produzida em conjuntos pelas duas companhias desencadeou respostas nas células T dos participantes, além de neutralizar títulos de anticorpos. Especialistas acreditam que uma resposta das células T, componentes essenciais do sistema imunológico no corpo humano, seja crucial para que o corpo humano desenvolva imunidade ao coronavírus.

A Pfizer e a BioNTech esperam, assumindo que haja sucesso clínico da vacina, buscar uma análise regulatória já em outubro deste ano. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade