Publicidade

Estado de Minas IGREJA

Vídeo: padre chama Bolsonaro de 'bandido' e diz que quem votou nele deve se confessar

Padre passou o sermão durante a homilia em sua igreja


postado em 05/07/2020 15:49 / atualizado em 05/07/2020 16:07

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
O padre Edson Adélio Tagliaferro, da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, na cidade de Artur Nogueira, interior de São Paulo, passou um sermão em sua homilia e disse aos fiéis que votaram em Jair Bolsonaro que eles deveriam se confessar.
“Vocês querem que eu fale aquilo que todo mundo fala, que não deixam ele trabalhar? Não! Bolsonaro não presta. Bolsonaro não vale nada. E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido para presidente”, pregou o pároco.

Adélio se posicionou e ainda frisou que o padre deve, sim, falar sobre o assunto na homilia. "Muitas pessoas dizem: padre, cuidado com o que você fala na homilia porque tem gente que não gosta. Ué, o que a gente tem que falar na homilia, senão aquilo que Deus nos pede para falar. Se a gente tá vendo que o governo não presta, o padre não pode falar que o governo não presta porque o povo não quer ouvir isso?”, perguntou.

Além de Bolsonaro, o padre ainda lembrou que o Ministério da Saúde segue sem um titular. "Nós ainda não temos ministro da Saúde.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade