Publicidade

Estado de Minas APOIADORA DO PRESIDENTE

Ativista Bolsonarista morre de COVID-19 após deixar acampamento

A cozinheira Geni Francisca de melo, 71 anos, saiu do acampamento em frente ao exército, em São Paulo, após passar mal por três dias


postado em 19/06/2020 10:18 / atualizado em 19/06/2020 10:52

Geni morava no acampamento desde março e não quis deixar o local apesar da pandemia do coronavírus(foto: Felipe Pereira)
Geni morava no acampamento desde março e não quis deixar o local apesar da pandemia do coronavírus (foto: Felipe Pereira)

A cozinheira Geni Francisca de Melo, 72 anos, é uma dos 47.869  brasileiros ( segundo a última contagem) que morreram vítimas da COVID-19.

Nesse caso, o que mais o que mais chama a atenção entre as milhares de mortes é que a apoiadora  do presidente Jair Bolsonaro (sem partido),  provavelmente achou tratar-se de uma ''gripezinha'' e não devia acreditar no alto contágio e na letalidade da doença, em especial para pacientes da terceira idade.

Bolsonarista, segundo seus interlocutores no acampamento que participava em frente a um quartel do Exército, em São Paulo, em apoio ao presidente Jair Bolsonaro ( sem partido), Geni saiu direto do local para ficar internada durante 33 dias em um hospital público da capital  paulista.

 

O acampamento de bolsonarista em frente a um quartel em São Paulo continua e ganhou o nome de Geni(foto: Felipe Pereira)
O acampamento de bolsonarista em frente a um quartel em São Paulo continua e ganhou o nome de Geni (foto: Felipe Pereira)

Deixou a casa onde morava

Ativista, ela trocou a própria casa por uma das barracas montadas na calçada e era uma dos cinco integrantes permanentes até o novo coronavírus aparecer. Começou a passar mal, com sintomas do novo coronavírus,  três dias antes de aceitar procurar um médico para se tratar.

Geni não tinha parente . A Secretaria municipal de Direitos Humanos informou que procurou parentes de Geni e não encontrou. A cozinheira  ficou mais de um mês internada em uma unidade hospitalar, onde lutou pela vida em um CTI, intubada.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade