Publicidade

Estado de Minas DESVIO DE EQUIPAMENTOS

Médico de Instituto do Distrito Federal é suspeito de desviar equipamentos da rede pública

Operação 'In rem suam' (em causa própria) foi deflagrada na manhã desta quarta-feira


postado em 03/06/2020 09:51 / atualizado em 03/06/2020 10:13

(foto: AFP)
(foto: AFP)
Foi deflagrada, na manhã desta quarta-feira (03/06), a Operação 'In rem suam', que significa em causa própria. Segundo a colunista Ana Maria Campos, do Correio Braziliense, "o objetivo é investigar suspeita de desvio de equipamentos hospitalares da Secretaria de Saúde por um grupo liderado por médico ocupante de cargo de direção no Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (Iges-DF)."

Segundo a coluna, "as investigações da Polícia Civil e do Ministério Público do Distrito Federal apontam que o médico pode ter-se aproveitado do período de pandemia para desviar equipamentos, principalmente respiradores." A ideia seria revendê-los em mercados particulares e até ao próprio governo de Distrito Federal.

O esquema ainda contava com uma empresa que oferecia os equipamentos por meio de contratos emergenciais, que estão autorizados por causa do período da pandemia do coronavírus.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão nas casas dos supostos envolvidos. Além disso, também foram alvo da operação as sedes do Iges-DF e da empresa em questão.

Leia o texto na íntegra neste link.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade