Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Pesquisa aponta que 36% da população brasileira não teme o coronavírus

Jovens dos 16 aos 24 anos são os que menos demonstram receio da doença


postado em 26/04/2020 19:56 / atualizado em 26/04/2020 20:19

Segundo o Instituto Paraná, cerca de 75% dos idosos brasileiros têm medo do contágio.(foto: Leandro Couri/EM/D. A Press)
Segundo o Instituto Paraná, cerca de 75% dos idosos brasileiros têm medo do contágio. (foto: Leandro Couri/EM/D. A Press)
Segundo levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, 36,6% da população brasileira não teme ser infectada pelo novo coronavírus. O maior índice — 49,1% — está entre cidadãos de 16 a 24 anos. Os maiores de 60 anos, contudo, seguem caminho inverso: 75,2% expressam receio de contrair a COVID-19. Ainda de acordo com os dados, 38,3% dos homens dizem não ter medo do diagnóstico positivo para a doença. As mulheres, por sua vez, são 35,1%.

Para obter os números, o instituto utilizou um questionário on-line. Participaram da pesquisa, feita entre os dias 13 e 16 deste mês, 2.218 cidadãos, espalhados por 212 municípios, localizados nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. O grau de confiabilidade é 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais.

De acordo com o Paraná Pesquisas, os cidadãos que cursaram apenas o Ensino Fundamental compõem, no que tange à escolaridade, a camada que menos demonstra temer o coronavírus. Enquanto 56,2% responderam positivamente quando perguntados sobre o medo de contrair a infecção, 41,7% dos entrevistados negaram o receio. O maior índice de medo imposto pela doença é visto na parcela da população que cursou o Ensino Superior: 67,1%.

Ainda conforme a pesquisa, 38,3% dos integrantes da População Economicamente Ativa (PEA), composta por pessoas que trabalham ou estão procurando emprego, alegam não recear a possibilidade de testar positivo. Quando os dados são limitados aos que não fazem parte dos economicamente ativos, o percentual diminui para 33,6%.

35% do Sudeste não teme a COVID-19

O levantamento diz, ainda, que 35,2% do Sudeste brasileiro não teme o contágio. O número está abaixo do Nordeste (35,8%), do Sul (37,7%) e da união entre o Norte e o Centro-Oeste. Juntas, as regiões somam 41% de pessoas sem medo da infecção.

O Sudeste é a região brasileira com mais casos confirmados da COVID-19. Segundo o mais recente boletim epidemiológico da doença, divulgado neste domingo pelo Ministério da Saúde, Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro têm, ao todo, cerca de 50% das 61.888 confirmações contabilizadas em território nacional


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade