Publicidade

Estado de Minas

Brasileira é presa em Portugal acusada de matar namorado

A vítima também era brasileira e este é o primeiro assassinato registrado em 2020 no país


postado em 21/01/2020 18:48 / atualizado em 21/01/2020 19:52

(foto: Reprodução/Facebook)
(foto: Reprodução/Facebook)
Uma brasileira identificada como Simara da Silva Santos, de 32 anos, foi detida na madrugada de segunda-feira, em Portugal, acusada de matar o namorado. O crime teria acontecido em Odivelas, cidade do Distrito de Lisboa. A vítima também era brasileira e este é o primeiro assassinato registrado em 2020 no país. 

De acordo com os jornais locais, o homem foi esfaqueado até a morte depois de uma discussão conjugal. A suspeita alega ter agido em legítima defesa, pois os dois teriam se envolvido em uma briga após uma crise de ciúmes dele, quando o namorado supostamente a agrediu. 

Simaria viajou para Portugal com visto de turista, mas trabalhava em Lisboa como cuidadora de idosos. O companheiro, identificado como Flávio Sousa, trabalhava como operário e era natural do estado de Goiás. 

O vizinho deles cedeu uma entrevista para emissora TVi e afirmou que a filha de 14 anos teria ouvido o casal discutir diversas vezes. Ele ainda disse que, apesar disso, os dois eram pessoas tranquilas. “Com exceção das sextas-feiras, quando faziam churrascada, colocavam música alta e isso aqui enchia de gente”, disso o homem à emissora.

O Itamaraty afirmou que não tinha conhecimento do caso até o fim da tarde desta terça-feira. 


Publicidade