Publicidade

Estado de Minas

Polícia Federal intercepta avião com 300 quilos de cocaína no Tocantins

Após denuncia anônima, agentes de Tocantins, Mato Grosso e Goiás passaram a trocar informações e conseguiram localizar a aeronave em um aeroporto improvisado


postado em 12/07/2018 17:24 / atualizado em 12/07/2018 18:16

(foto: Polícia Federal/Divulgação )
(foto: Polícia Federal/Divulgação )

A Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira, 12, uma aeronave com aproximadamente 300 quilos de cocaína, nas proximidades de Formoso do Araguaia, região sul do Tocantins. A ação teve apoio das Polícias Militares de Tocantins, Goiás e Mato Grosso e prendeu em flagrante dois pilotos.

Em nota, a PF no Tocantins afirmou que, após denuncia anônima, agentes dos três estados passaram a trocar informações e conseguiram localizar a aeronave em um aeroporto improvisado, conhecido na região como "campo de aviação" ou "campo de pouso", na zona rural de Formoso de Araguaia.

A Federal suspeita que o monomotor tenha passado pela fronteira com a Bolívia, pois "a autonomia desse tipo de aeronave não é muito grande".

"Hoje logo cedo o helicóptero e policiais do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer/TO) foi disponibilizado para levar os agentes até Formoso. Outros policiais já estavam na região para fazer o flagrante, uma vez que não era possível precisar nem o dia exato nem o local onde a aeronave pousaria", informou a PF.

Os dois pilotos e a droga foram levados para a sede da PF em Palmas. Após interrogatório, ambos serão transferidos à Casa de Prisão Provisória, CPP, de Palmas, e ficarão à disposição da Justiça. Os presos responderão por tráfico internacional de drogas.

Esta é a segunda grande apreensão de cocaína realizada em Formoso do Araguaia. Em 2017, foram encontrados outros quase 300 quilos da droga nas proximidades de uma pista de pouso de uma fazenda. Na época, um homem foi preso por tráfico de drogas suspeito de ter alugado a área para o embarque da droga.

(Julia Affonso)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade