UAI
Publicidade

Estado de Minas CHECAMOS

Revista 'Time' não publicou capa com soldado armado usando emblema da OMS

A imagem não corresponde a nenhuma capa publicada pela revista


18/01/2022 21:32 - atualizado 18/01/2022 21:32


 

Imagem com conteúdo falso
Captura de tela feita em 18 de janeiro de 2021 de uma publicação no Twitter ( . / ) (foto: Reprodução )
Publicações que mostram uma suposta capa da revista norte-americana Time na qual se vê um soldado da “Equipe de Resposta Covid”, armado e com a insígnia da Organização Mundial da Saúde (OMS) no ombro, foram compartilhadas dezenas de vezes nas redes sociais ao menos desde o dia 6 de janeiro de 2022. Mas a imagem não aparece no arquivo de capas do veículo e tem como data de publicação 23 de dezembro de 2022. A composição é, na realidade, uma obra do artista conceitual malaio Johnson Thing.


“Capa da revista Time: um soldado do exército da ONU com roupas novas (...) Pq tanta arma para controlar um vírus ? *Não é para controlar o vírus, é para controlar o mundo por meio de um exército mundial liderado por tropas da ONU*. A capa reflete o que sempre foi essa história de covid: *CONTROLE MUNDIAL*”, indicam as publicações que compartilham a imagem no Facebook (1, 2).

A suposta capa, que foi igualmente publicada no Twitter (1, 2) e no Instagram, tem como título “WHO’s COVID RESPONSE TEAM” (“Equipe de resposta à covid da OMS”, em português) e mostra um militar apontando uma arma e o emblema da autoridade de saúde mundial no ombro direito de seu uniforme.

Conteúdo similar também circulou em inglês e espanhol.

Entretanto, a imagem não corresponde a nenhuma capa publicada pela revista Time.

No canto superior direito da imagem viralizada no início de 2022 há uma inconsistência na suposta data de publicação: 23 de dezembro de 2022.

Uma busca no arquivo da Time, que contém os registros das edições publicadas desde 1923, não levou a nenhuma capa semelhante à que circula nas redes sociais; nem em 2019, 2020 ou 2021. O compêndio das capas de 2022 ainda não estava disponível no momento da publicação desta verificação, mas o do período de 17 a 24 de janeiro estava disponível no perfil do Instagram da revista.

Uma busca reversa no Google pela imagem compartilhada nas redes sociais mostrou como resultado uma publicação da suposta capa no Instagram em 22 de abril de 2020 por Johnson Ting, um artista conceitual malaio especializado em desenvolvimento visual de videogames e filmes de alto custo, de acordo com seu site.

“Novo vídeo para o meu canal no YouTube! À luz dos acontecimentos recentes, pensei que os trabalhadores da saúde poderiam usar uma atualização”, assinalou o autor, em inglês, em sua postagem.
View this post on Instagram

A post shared by Johnson Ting (@johnsonting)


Ting também compartilhou a imagem em seu portfólio virtual, junto a um vídeo que registrou o processo de elaboração da obra, no qual combinou desenhos com uma colagem de fotografias.

A equipe de checagem da AFP tentou contatar o artista para obter mais informações sobre a imagem, mas até o momento da publicação deste artigo não havia recebido resposta.

Contudo, uma análise da obra permite observar que faltam vários elementos característicos (1, 2, 3) da revista: a cor do quadro e a tipografia da data de publicação são diferentes. Além disso, a imagem não inclui a marca registrada “time.com” no canto inferior direito.
capa
Comparação feita em 18 de janeiro de 2022 entre capturas de tela da obra de Johnson Ting (E) e uma capa original da revista Time ( . / ) (foto: Reprodução )

O Checamos já verificou outras alegações (1, 2, 3) relacionadas à revista Time.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade