UAI
Publicidade

Estado de Minas ABUSO SEXUAL

Cubana diz ter sido estuprada por Maradona quando tinha 16 anos

Em entrevista, a mulher afirma que o jogador de futebol argentino teria abusado dela, enquanto a mãe da vítima estava no quarto ao lado


23/11/2021 18:12 - atualizado 23/11/2021 19:03

Diego Maradona, jogador de futebol argentino
Diego Maradona é acusado de estupro por cubana (foto: ALEJANDRO PAGNI)
Na última segunda-feira (22/11), Mavys Álvarez, uma mulher cubana, relatou em entrevista coletiva em Buenos Aires, que teria sido estuprada por Diego Maradona, quando ela tinha 16 anos. A mulher disse também que manteve um relacionamento com o jogador argentino há cerca de duas décadas.

 

 


Mostrando fotos em que os dois aparecem juntos, Mavys relatou que Maradona a violentou enquanto frequentava uma clinica de reabilitação para tratamento do vício em drogas. O ato teria ocorrido enquanto a mãe dela estava no quarto ao lado. "Eu estava no quarto e queria abrir a porta para minha mãe. Ele não deixou e mandou eu me calar", disse ela no pronunciamento.

Depois disso ele teria tapado a boca de Mavys e a estuprado em seguida. "Eu não quero pensar muito nisso", relatou visivelmente emocionada.

Ela prestou depoimento na semana passada para um tribunal argentino que investiga uma acusação de tráfico humano contra a antiga equipe de Maradona. Além das acusações de estupro, Mavys acusou o jogador de tê-la forçado a fazer uma cirurgia plástica nos seios e também de ter estimulado o consumo de álcool e cocaína enquanto menor de idade.

Na época, Diego Maradona tinha 40 anos e segundo relato de Mavys sua família foi obrigada a aceitar o relacionamento entre eles por causa da relação próxima de Maradona e Fidel Castro, que era líder cubano na época.

A morte de Diego Maradona completará um ano na próxima quinta-feira (25/11). Ele morreu aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade