UAI
Publicidade

Estado de Minas KOKOPO

Perdidos no mar, homens das Ilhas Salomão sobrevivem com 'oração e coco'

Após uma tempestade, dois homens do país insular ficaram 29 dias perdidos no mar. Confira como eles fizeram para sobreviver e foram ser resgatados


09/10/2021 11:05 - atualizado 09/10/2021 12:58

Vista aérea do arquipélago das Ilhas Salomão
(foto: Wikimedia Commons)
Perdidos no Pacífico, dois habitantes das Ilhas Salomão sobreviveram 29 dias graças a cocos, laranjas e orações, antes de serem resgatados na costa de Papua Nova Guiné, a 400 quilômetros de distância.

Os dois homens viajavam entre duas ilhas no imprevisível Mar das Ilhas Salomão quando seu barco de sete metros foi pego por uma tempestade em 3 de setembro.

Livae Nanjikana e Junior Qoloni se perderam "sob chuva torrencial, densas nuvens e ventos fortes", disse Nanjikana à televisão Solomon Islands Broadcasting Corporation na sexta-feira.

A bateria do GPS acabou e, à medida que a noite se aproximava, eles desligaram o motor de 60 cavalos para economizar combustível.

Nos primeiros nove dias, eles se alimentaram com as laranjas que haviam levado para a viagem.

Quando ficaram exaustos, Livae Nanjikana explicou que sobreviveram graças à água da chuva, aos cocos "e à nossa fé em Deus porque oramos dia e noite".

Recolhendo a água da chuva com uma lona, os dois homens ligaram o motor assim que avistaram um coco no mar e correram para pegá-lo.

"Depois de vários dias, Deus nos deu a ideia de construir um dispositivo para velejar. Então, construímos uma estrutura em forma de mastro com remos e lonas e posicionamos as velas seguindo a direção do vento", explicou Livae Nanjikana.

A vela os levou para a ilha de Nova Bretanha em Papua Nova Guiné, onde viram um pescador de longe. Eles ligaram o motor para se aproximar dele, mas ficaram sem combustível.

Os dois homens permanecem em Pomio, na ilha de Nova Bretanha, enquanto são feitos arranjos para transferi-los para as Ilhas Salomão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade