Publicidade

Estado de Minas 'INCENTIVO'

Nova York vai pagar cerca de R$ 500 para quem se vacinar contra a COVID-19

Prefeito Bill de Blasio também anunciou que todos os funcionários municipais - incluindo professores e policiais - serão obrigados a se vacinar até setembro


28/07/2021 17:00 - atualizado 28/07/2021 17:54

Nova York pagará US$ 100 a residentes que se vacinarem na cidade a partir desta sexta-feira(foto: Johannes Eisele/AFP)
Nova York pagará US$ 100 a residentes que se vacinarem na cidade a partir desta sexta-feira (foto: Johannes Eisele/AFP)
Em uma nova tentativa para alavancar a vacinação contra a COVID-19, a cidade de Nova York vai pagar uma quantia de US$ 100 (o equivalente a cerca de R$ 517) a quem procurar um posto de vacinação para se imunizar contra o coronavírus.

Poderão receber o incentivo - de acordo com o anúncio feito pelo prefeito Bill de Blasio na segunda-feira, 26 - residentes que recebam a primeira dose de uma das vacinas aplicadas na cidade a partir desta sexta-feira, 30.

Esta não é a primeira medida que busca incentivar a vacinação nos EUA por meio de uma "premiação". Governos locais nos EUA já ofereceram incentivos tão distintos quanto cerveja, desconto no supermercado, donuts grátis por um ano, ingresso para jogo de beisebol, flores, cigarro de maconha e até o sorteio de um Chevrolet Camaro.

Mas nem apenas por meio de incentivo a principal metrópole americana pretende alcançar um maior índice de vacinação. De Blasio também anunciou que todos os funcionários municipais - incluindo professores e policiais - serão obrigados a se vacinar até meados de setembro. Quem se recusar será submetido a testes semanais.

A nova exigência se aplicará a cerca de 340 mil funcionários municipais. O prazo final de 13 de setembro, quando cerca de 1 milhão de alunos devem retornar às salas de aula, mostra a importância da reabertura das escolas para a recuperação da cidade e para o legado político do prefeito.

Apesar de ser um dos países com maior cobertura vacinal contra a COVID-19, os EUA vivenciam um aumento considerável de casos da doença, propulsionado principalmente pela variante Delta - o que motivou o Centro de Controle de Doenças (CDC) a voltar a recomendar, na terça-feira, 27, o uso de máscaras em lugares fechados para pessoas que já tenham se vacinado. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade