Publicidade

Estado de Minas

Coronavírus: França confirma primeira morte de cidadão do país

Turista chinês de 80 anos já havia morrido em decorrência do vírus


postado em 26/02/2020 07:25 / atualizado em 26/02/2020 09:20

Equipe médica do Institut Hospitalo-Universitaire, em Marselha, na França. Instituição realiza análise das amostras de sangue dos pacientes com suspeita de infecção pelo coronavírus(foto: GERARD JULIEN / AFP)
Equipe médica do Institut Hospitalo-Universitaire, em Marselha, na França. Instituição realiza análise das amostras de sangue dos pacientes com suspeita de infecção pelo coronavírus (foto: GERARD JULIEN / AFP)

Um primeiro francês, um homem de 60 anos, morreu devido ao novo coronavírus na madrugada desta quarta-feira em Paris, anunciou o ministério da Saúde.

"Ele foi submetido com urgência aos exames ontem (terça-feira) no hospital Pitié-Salpêtrière em estado gravíssimo e faleceu durante a noite", afirmou o vice-ministro da Saúde, Jérome Salomon.Outro paciente já havia falecido na França, um turista chinês de 80 anos.


Nas últimas horas foram confirmados cinco novos casos na França, incluindo o paciente morto. A França registra 17 casos: dois mortos, quatro pessoas hospitalizadas e 11 pessoas que se recuperaram da doença.


Salomon explicou que uma investigação urgente foi iniciada no local onde a vítima fatal pode ter sido infectado, assim como entre seus parentes. O ministério prometeu divulgar detalhes nas próximas horas.


A epidemia do novo coronavírus está em propagação. Detectada em dezembro na região central da China, a epidemia se encontra em um momento de estabilidade no país asiático, onde 78.000 pessoas foram infectadas e 2.715 morreram, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).


Mas a cada dia se propaga por outros países, com um balaço de mais de 40 mortos e 2.500 infectados ao redor do mundo. Um especialista da OMS afirmou na terça-feira que o mundo "simplesmente não está preparado" para enfrentar o novo coronavírus.


Publicidade