Publicidade

Estado de Minas

Putin condecora astronauta americano que sobreviveu a fracasso espacial

Falha durante lançamento da espaçonave fez cápsula se separar e devolver os tripulantes ao solo; em seguida, foguete se desintegrou


postado em 08/10/2019 09:55 / atualizado em 08/10/2019 10:33

(foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)
(foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)

O presidente russo Vladimir Putin concedeu a Ordem do Valor, uma das maiores distinções do país, ao astronauta americano que sobreviveu à decolagem fracassada de um foguete Soyuz há um ano.


De acordo com um decreto presidencial publicado nesta terça-feira, o americano Nick Hague, 44 anos, foi recompensado por "sua bravura e seu alto grau de profissionalismo" em condições perigosas durante o lançamento abortado no cosmódromo russo de Baikonur, no Cazaquistão.


Em 11 de outubro de 2018, o foguete Soyuz, no qual Nick Hague e o russo Alexei Ovchinin estavam, registrou uma falha durante a fase de lançamento.


A cápsula que os levaria à Estação Espacial Internacional (ISS) foi automaticamente separada e devolvida ao solo com os dois tripulantes ilesos.


O foguete se desintegrou logo depois, um acidente sem precedentes no programa espacial russo desde o final da ex-URSS.


Em março, ambos viajaram com sucesso para a ISS, de onde retornaram na semana passada, após uma missão de seis meses.


Considerada uma das mais altas distinções russas, a Ordem do Valor é frequentemente entregue de forma póstuma.


A Estação Espacial Internacional é um dos mais recentes exemplos de cooperação ativa entre a Rússia e os Estados Unidos, em um contexto de tensões sem precedentes desde o final da Guerra Fria.


Publicidade