UAI
Publicidade

Estado de Minas INTERIOR DE MINAS

Mulher mata marido asfixiado e chama a polícia para se entregar

Esposa disse ter planejado o assassinato e teve a ajuda de uma vizinha para simular que vítima havia se engasgado. Homem era servidor da prefeitura de Itajubá


26/06/2022 22:52 - atualizado 26/06/2022 22:52

Sérgio Carvalho Silva tinha 51 anos e era servidor da prefeitura de Itajubá
Sérgio Carvalho Silva tinha 51 anos e era servidor da prefeitura de Itajubá (foto: reprodução prefeitura)
Um homem de 51 anos foi morto asfixiado pela própria esposa, em Itajubá, no Sul de Minas.
 
O caso foi nesse sábado (25/6). De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher acionou os policiais afirmando que ‘havia matado seu marido e gostaria de se entregar’.
 
O crime ocorreu no Bairro Santo Antônio.
 
Assim que os policiais chegaram ao local, a solicitante, de 38 anos, confessou que amarrou e asfixiou seu marido Sérgio Carvalho Silva.
 
Após confirmação dos detalhes, a esposa da vítima e a vizinha foram encaminhadas para a delegacia da Polícia Civil.
 

Detalhes do caso

De acordo com o relato da mulher no boletim de ocorrência, o crime teria sido premeditado.
 
A mulher preparou o almoço de sábado e, na sequência, pediu para que o marido lhe ensinasse técnicas de imobilização.
 
O homem era servidor público na prefeitura de Itajubá e a esposa mentiu dizendo que faria um trabalho de segurança em Pouso Alegre.
 
Depois de receber as dicas, a mulher ainda convenceu o marido que deixasse ser amarrado para certificar que havia aprendido as técnicas.
 
Então, a esposa usou uma blusa para tampar a boca e o nariz do marido. Ela só parou quando percebeu que ele tinha desmaiado.
 
A mulher chamou a vizinha, para quem já havia contado o que faria com o marido.
 
Ao chegar, a vizinha viu que o homem ainda estava vivo. Então, a esposa pegou um pedaço de pão para tentar engasgar o homem.
 
Como combinado, a vizinha ligou para os bombeiros para relatar que o homem tinha se engasgado e precisava de socorro.
 
Os bombeiros tentarem reanimar o servidor público e o levaram para o hospital. Mas o homem já estava morto.
 

Sem histórico de agressões físicas

A esposa ainda relatou no boletim de ocorrência que não sofria nenhuma agressão física por parte do marido.
 
O casal estava junto há 20 anos. No entanto, a mulher disse que, enquanto sufocava o marido, lembrava que ele a chamava de velha e gorda.
 
A mulher e sua vizinha, que confirmou que tinha sido avisada do plano, foram detidas e encaminhadas para a delegacia da cidade.
 

Prefeitura emite nota de pesar


A prefeitura de Itajubá emitiu uma nota de pesar pela morte de Sérgio Carvalho Silva.
 
Segundo o texto, o homem era servidor do município há 23 anos, tendo trabalhado nas secretarias de Desenvolvimento Social, Obras, Governo e Saúde.
 
Nota de Pesar – Sérgio Carvalho Silva
 
A Prefeitura de Itajubá, por meio do Prefeito Christian Gonçalves e do Vice-Prefeito e Secretário Municipal de Saúde, Dr. Nilo Baracho, envia os cumprimentos de pesar aos familiares do servidor Sérgio Carvalho Silva, falecido neste sábado, 25 de junho, aos 51 anos.
 
Sérgio cumpriu honrosamente suas atribuições na Prefeitura por 23 anos. Trabalhou nas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social, Governo, Obras e Saúde.
Neste momento de tristeza e dor, pedimos a Deus que conforte todos os familiares e amigos.
 
Itajubá/MG, 25 de junho de 2022.
 
Christian Gonçalves
Prefeito Municipal de Itajubá
 
Dr. Nilo Baracho
Vice-Prefeito de Itajubá 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade