UAI
Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO

COVID-19: veja o cronograma de vacinação em BH nesta terça (7/6)

Prefeitura convoca idosos de 60 anos ou mais para a 4ª dose; repescagem para grupos prioritários e faixas etárias já convocadas ocorre de segunda a sexta


07/06/2022 08:55 - atualizado 07/06/2022 09:23

vacina contra a COVID-19
PBH segue cronograma de repescagem para vacinação contra a COVID-19 (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Belo Horizonte segue com a repescagem para grupos prioritários e faixas etárias já convocadas, incluindo o público infantil, para vacinação contra a COVID-19 nesta terça-feira (7/6). A prefeitura da capital mineira convoca, ainda, idosos de 60 anos ou mais para receberem a 4ª dose do imunizante - que tenham um intervalo mínimo de quatro meses desde o reforço. 

Os locais de vacinação são dinâmicos e podem ser consultados previamente no site da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Para a imunização, é necessário que o público tenha em mãos um documento de identidade e a carteira de vacinação. 

Dose de reforço 


Para as aplicações da dose de reforço, deve-se respeitar o intervalo de quatro meses após a segunda dose, com exceção dos maiores de 18 anos que receberam a Janssen. Neste caso, o intervalo é de dois meses entre a primeira dose e o reforço. 

Pessoas acamadas devem aguardar o contato das equipes da Secretaria Municipal de Saúde para o agendamento do horário.

Vacinação infantil 


Para crianças de 11 a 5 anos, com e sem comorbidades, vacinadas com a Pfizer Pediátrica, o intervalo entre as aplicações é de oito semanas. Para as vacinadas com a CoronaVac, o intervalo é de 28 dias. 

Para vacinar é necessário que a criança esteja acompanhada dos pais ou responsáveis, além de não ter tido COVID-19 com início dos sintomas nos últimos 30 dias. 

Pessoas com alto grau de imunossupressão


Para que os adolescentes de 17 a 12 anos, com alto grau de imunossupressão, possam receber a quarta dose é necessário ter tomado a dose adicional há pelo menos dois meses. Segundo as orientações do Ministério da Saúde, estão elegíveis para a vacinação o público com as condições: 

  • Imunodeficiência primária grave;
  • Quimioterapia para câncer;
  • Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;
  • Pessoas vivendo com HIV/Aids;
  • Uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;
  • Uso de drogas modificadoras da resposta imune
  • Doenças auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;
  • Pacientes em hemodiálise;
  • Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.
*Estagiária sob supervisão da subeditora Jociane Morais 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade