UAI
Publicidade

Estado de Minas TRANSPORTE COLETIVO

Vereadores de BH fazem reunião para discutir projeto de lei dos ônibus

A ideia é evitar emendas ao texto para garantir uma tramitação mais rápida e aprovação da lei do subsídio do transporte coletivo da capital


13/05/2022 16:45 - atualizado 13/05/2022 18:13

Vereadores reunião Câmara Municipal
Vereadores de BH que participam da reunião para discutir o projeto de lei do subsídio do transporte coletivo da capital (foto: Bárbara Crepaldi)
Uma reunião marcada para esta sexta-feira (13/5) na Câmara Municipal de Belo Horizonte, tem o objetivo de discutir o anteprojeto de lei do subsídio dos ônibus da capital. O acordo entre Prefeitura, vereadores e representantes das empresas de transporte coletivo foi fechado na tarde dessa quinta-feira (12/5).  

Dos 41 vereadores da Câmara, 28 estão presentes no encontro. A ideia é apresentar o acordo com os 17 itens definidos ontem e o texto da legislação. O objetivo é abrir um prazo até o meio-dia da próxima segunda-feira (16/5), para sugestões de alteração. 

Com isso, os vereadores que fazem parte do Grupo de Trabalho para debater a mobilidade urbana de Belo Horizonte (GT-MOBBH) querem evitar emendas ao texto enviado pelo prefeito após o protocolo e garantir uma tramitação rápida. 

Vale lembrar que o acordo foi definido após uma proposta dos vereadores de aumentar em R$ 30 milhões o valor inicial oferecido pela Câmara de R$ 44 milhões. Outros R$ 163 milhões serão repassados pela Prefeitura de BH, totalizando R$237,5 milhões de subsídio até março de 2023.
 

Reunião com o prefeito  

 
O vereador Bruno Miranda (PDT), líder de governo, convidou os 41 vereadores para uma reunião com o prefeito Fuad Noman (PSD), na Prefeitura de Belo Horizonte, na próxima terça-feira (17/5), às 9h para reunião do Grupo de Trabalho da Mobilidade Urbana (GT-MOBBH). 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade